Ídolos do Corinthians ficam surpresos, mas creem no sucesso de Cristóvão

A chegada de Cristóvão Borges ao Corinthians, anunciada no domingo (19), pegou a maioria dos torcedores de surpresa. No entanto, quem conhece muito bem o clube, e o próprio treinador, está convencido de que ele é capaz de ser um bom substituto para o ídolo Tite.

Cristóvão foi apresentado pela diretoria nesta segunda-feira (20) e vai estrear contra o Atlético-MG, no Mineirão, nesta quarta (22).

Destaque do Corinthians nos anos 80, Zenon acredita que Cristóvão está preparado para assumir o comando do atual campeão brasileiro.

“Ele já foi treinador de vários clubes importantes, não deve nada a ninguém”, disse o ex-meia. “O Cristóvão tem muito conhecimento de futebol, possui todas as ferramentas para dar certo.”

Outro ícone do clube nos anos 1980, Biro-Biro também confia em Cristóvão. O ex-volante destaca o fato de o técnico baiano ter herdado de Tite um time pronto e que isso vai facilitar muito a sua vida. “É só ele pegar a ponta da linha deixada pelo Tite e seguir em frente.”

Assim como Zenon, Biro-Biro não tem qualquer ligação formal com o Corinthians atualmente.

Ambos, que ficaram surpresos com a escolha, conhecem bem Cristóvão, pois o tiveram como companheiro de equipe: Biro-Biro no próprio Corinthians, entre 1986 e 1987, e Zenon no Guarani, em 1989.

Os antigos colegas acreditam que a falta de títulos no currículo de Cristóvão não provocará seu fracasso no Corinthians, mas o próprio treinador sabe que esse fato sempre será usado contra ele. Por isso, pretende mudar essa história rapidamente.

“Todos os campeões em algum momento tiveram de ganhar o primeiro título. Isso não atrapalha, até porque, se cheguei aqui sem títulos, é porque algo bom eu tenho.”

‘MAIOR DESAFIO’

Em sua primeira entrevista como técnico corintiano, Cristóvão disse que o novo emprego é o maior desafio de sua carreira e que não pretende mexer muito na equipe que recebeu de Tite.

“Se eu precisar mudar alguma coisa no time, vou fazer isso aos poucos”, disse o novo treinador.

Contra o Atlético, ele terá muitos problemas: Walter, Elias, Cristian e Danilo estão machucados.

Cássio, com sinusite, é dúvida. André passou por uma cirurgia por causa de uma hérnia inguinal (problema na região do abdome) e ficará um mês sem jogar.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook