Irmão de Christina Grimmie diz: ‘Ela era uma parceira na vida’

Christina Grimmie com o irmão Mark (Foto: Instagram/ Reprodução)Christina Grimmie com o irmão Mark
(foto de arquivo)

O irmão mais velho de Christina Grimmie, Marcos (mais conhecido como Mark), usou seu perfil no Facebook neste sábado, 11, para falar sobre a trágica morte da irmã. “Christina era mais do que a minha irmã”, disse ele. “Ela era uma parceira na vida. Uma superstar. Divertida, introvertida e uma amigo para todos. Genuina. Mas, acima de tudo, ela era minha irmã. Ela amava o Senhor e sua família e estava sempre lá para mim. Eu honestamente não sei o que farei sem ela”, disse ele.

A cantora, de 22 anos, foi morta a tiros na última sexta-feira, 10, após fazer show de abertura para a banda Before You Exit no Plaza Live, em Orlando, nos Estados Unidos.

Em uma entrevista coletiva na manhã deste sábado, 11, a chefe de polícia John Mina disse Grimmie que, possivelmente, Christina foi baleada por um fã perturbado, que, em seguida, tirou a própria vida.

Neste sábado, 11, a polícia de Orlando divulgou a identidade e a foto do rapaz que matou Christina Grimmie. Kevin James Loibl, de 27 anos, atirou na ex-participante do “The Voice” enquanto ela distribuía autógrafos após show na noite desta da última sexta-feira, 10, em Orlando. Depois de atirar em Christina, Kevin, que é de St. Petersburg, na Flórida, se suicidou.

A cantora Christina Grimmie não resistiu aos ferimentos e morreu aos 22 anos após ser baleada em show nos Estados Unidos. “É com profundo pesar que confirmamos que Christina Grimmie morreu em decorrência dos ferimentos”, afirmou a polícia de Orlando através de seu perfil no Twitter.

Atirador não é de Orlando
Em entrevista à imprensa, a polícia de Orlando deu detalhes sobre o homem que atirou em Christina Grimmie, levando-a a morte. Segundo os investigadores, o homem que fez os disparos não era de Orlando, tinha 27 anos e estava armado com dois revólveres e uma faca de caça. Mais outras duas pessoas foram atingidas por seus disparos, mas sobreviveram.

Os detetives estão a procura do telefone do suspeito e de seu computador para entender o que o levou a cometer o crime. Ainda segundo a polícia, o assassino teria viajado até Orlando com o intuito de matá-la. O que os investigadores desconfiam é que o homem, após matá-la, viajaria de volta para a sua cidade de origem, que também não teve o nome divulgado.

Christina Grimmie em show em Las Vegas, nos Estados Unidos, em setembro de 2015 (foto de arquivo) (Foto: Steve Marcus/ Reuters)Christina Grimmie em show em Las Vegas, nos Estados Unidos, em setembro de 2015 (foto de arquivo)

Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook