Justiça interdita arena Independência e clássico mineiro fica ameaçado

Denúncia do Ministério Público é de que houve utilização irregular de recursos públicos na reforma do estádio

O clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro no fim de semana está ameaçado. Segundo o jornal Hoje em Dia, o juiz Michel Curi e Silva, titular da 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Belo Horizonte, acatou denúncia do Ministério Público e decidiu interditar a arena Independência.

A acusação é de improbidade administrativa e dano ao tesouro público estadual na reconstrução do estádio, que hoje é palco das partidas do América-MG e do Galo. Com isso, o clássico de domingo pela Série A, mando alvinegro, pode ter que mudar de local.


GOALLEIA MAIS: GOAL
Galo: empate com sabor de derrota | Mudanças na zaga do Atlético-MG | Presidente do Coelho alfineta Cruzeiro


Para liberar o local, o Coelho precisa agora apresentar um cronograma se comprometendo a reter parte da renda das partidas que acontecerem no Horto a partir de agora, para garantir uma possível reparação ao caixa do governo estadual. O clube também fica proibido fechar novos negócios até cumprir essa exigência. 

De acordo com o juiz que tomou a decisão, houve grave lesão ao tesouro estadual e o América foi beneficiado com recursos públicos. Quando a obra do Independência começou, estava orçada em R$ 46 milhões, mas acabou custando R$ 150 milhões.


(Foto: Getty Images)

A direção do Coelho questiona a sua inclusão na na Ação Civil Pública, afirmando que o terreno foi cedido para a construção de uma arena que pudesse receber jogos das três equipes da capital durante a reforma do Mineirão. 

“Isso é um verdadeiro absurdo. Foi o governo que pediu a cessão do estádio”, afirma o advogado Paulo Lasmar, um dos presidentes do América-MG.

Mineirão também é alvo de polêmica
Mesmo sendo opção para o clássico, a dupla Galo e Raposa não está nada satisfeita com a administração do Mineirão. Os dois clubes estão apoiando uma ação do deputado estadual Iran Barbosa (PMDB), que acusa a Minas Arena de maquiar e fraudar dados contábeis. O Cruzeiro está insatisfeito com os ganhos que o clube tem quando atua no estádio e o Atlético-MG dificilmente joga no Mineirão pelo mesmo motivo.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook