Últimas

Kelvin se firma no São Paulo após passagem apagada pelo Palmeiras

Atacante é peça indispensável no esquema tático do técnico Edgardo Bauza

Depois de uma temporada apagada no Palmeiras, Kelvin se encontrou no São Paulo. Emprestado pelo Porto, de Portugal, até dezembro deste ano, o atacante não demorou para ganhar a vaga de titular, se tornou indispensável no esquema tático do técnico Edgardo Bauza e caiu nas graças da torcida.

Com a camisa do Verdão, Kelvin sofreu com lesões e, quando teve oportunidades, não foi muito bem. Segundo o atacante, a falta de sequência e os poucos minutos em campo por conta do inchaço no elenco alviverde acabaram o prejudicando. No total, o jovem jogador disputou apenas 23 partidas, foi reserva na maior parte do tempo e participou de apenas três jogos na campanha do título da Copa do Brasil.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
O agitado mercado do SP | Nova dupla de ataque agrada Bauza | Kardec não aproveita sequência


“No Palmeiras eu não tive tanta sequência. O treinador (Marcelo Oliveira) optava por outros jogadores, mas eu nunca deixei de trabalhar. A briga era grande pela posição, já que tinha outros grandes jogadores, como Dudu, Gabriel Jesus, Rafael Marques, Cristaldo. Aqui no São Paulo, no começo não tive chances, mas depois tudo mudou. Nunca me abalo, sempre trabalho com a mesma vontade e acabei premiado. Hoje, o treinador (Edgardo Bauza) já tem confiança em mim, sabe o que eu posso fazer”, declarou.

No Tricolor, Kelvin finalmente vem tendo sequência de jogo e boas atuações. O atacante se tornou peça-chave atuando aberto pela ponta com jogadas de linha de fundo e chutes cruzados. Além disso, a jogada em velocidade pelo lado direito e o espaço que se abre para Bruno frequentar mais o campo de ataque são fundamentais no sistema de jogo da equipe.

No São Paulo, Kelvin já disputou até aqui 20 jogos e marcou dois gols. Consenso dentro do clube que a melhora do time tem influência direta na sua entrada na equipe, a diretoria já pensa também em uma forma de ficar em definitivo com o camisa 30.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook