Lado B: clube ‘homenageia’ Shiryu, os melhores azarões da Euro2016 e Copa América e muito mais!

Confira um resumo de algumas das principais notícias envolvendo o futebol que não está no foco principal


GOAL Por Tauan Ambrosio 


O time não vence, chega um treinador novo e a vitória reaparece. Um cenário que pertence ao futebol. E aconteceu no Tianjin Quanjian, da gloriosa segundona chinesa. Depois de incríveis sete rodadas sem conseguir somar os três pontos, Vanderlei Luxemburgo foi demitido. Fábio Cannavaro, capitão da Itália no título mundial de 2006, assumiu o comando técnico… e o Tianjin venceu!

Cannavaro (e Jadson!) acabaram com a sequência sem vitórias (Foto: Reprodução/Facebook)

E foi com gol de Jadson, aos 12 minutos do segundo tempo, em cobrança de pênalti. Mas ainda falta muito para o badalado time chinês conseguir o acesso à primeirona. São oito pontos de diferença em relação ao vice-líder, o último a garantir o acesso, Guizhou Zhicheng.

Na elite, o Guangzhou de Felipão segue muito bem. Venceu o Tianjin Teda por 2 a 0, com Ricardo Goulart fechando a conta no meio da semana. Sábado (18), empatou em 1 a 1 com o Yanbian Funde. Em 14 jogos, o Evergrande somou 33 pontos. São três a mais em relação ao Hebei Fortune, clube que apresentou uma fortuna para contratar Gabigol, do Santos.

Agora treinador, Gattuso ‘transforma’ terceirona da Itália em Champions League

Na última semana você leu aqui sobre como o ex-jogador Massimo Oddo levou o Pescara de volta para a primeira divisão italiana – e como Júnior, eterno craque e ídolo do Flamengo vibrou -, além da nova aventura de Pippo Inzaghi na área técnica. Outro conhecido ex-jogador italiano que teve motivos para sorrir como treinador foi Gennaro Gattuso.

(Foto: Getty Images)

O ex-volante, que marcou época na Azzurra e Milan, também precisou dos playoffs para subir com o tradicional Pisa. Um clube, aliás, que tem em sua história três meio-campistas de impor respeito a qualquer atacante mais engraçadinho. Entre 1987-88, os Nerazzurri contaram com Dunga. Simeone teve a sua primeira experiência no futebol europeu por lá… e agora Gattuso, como treinador, já garantiu o seu lugar na história da agremiação.

A partida contra o Foggia, que valeu o acesso, foi dramática. Depois de vencer por 4 a 2 na ida, o Pisa cumpriu a sua missão com um empate em 1 a 1. Só que nas arquibancadas os torcedores não deixaram o fanatismo de lado: sobrou até uma garrafa na cabeça de Gattuso. Depois, o treinador, que sentiu duas vezes o gosto de conquistar a Champions League, não teve vergonha de comemorar: “Este sucesso vale como uma Champions, quase como uma Copa do Mundo”, afirmou.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
xxxxxxxxx | xxxxxxxxx | xxxxxxxxxxx


Não deixa o Heavy Metal morrer, não deixa o Heavy Metal acabar…

O título paraibano segue no interior! A decisão foi disputada na última quarta-feira (15), no estádio Amigão, em João Pessoa. Mas o espírito de amizade passou longe no confronto entre Campinense e Botafogo-PB. Foram quatro jogadores expulsos (dois para cada time),e o Botafogo venceu por 1 a 0. Só que o Campinense tinha a vantagem pela vitória de 3 a 2 na ida.

Em época de festa junina – algo que a cidade de Campina Grande sabe fazer como ninguém – o troféu foi embalado em uma versão metaleira! A banda Overpoint fez uma versão bem maneira do hino do Rubro-Negro Paraibano.

FC Porto lança armadura, e vai em busca de mostrar a Cólera do Dragão

“Cóóóóólera do Dragão!!!!!!” (Foto: Reproduçao)

O FC Porto, de Portugal, também é conhecido como “Os Dragões”. E nova camisa alternativa do gigante luso eleva essa relação ao alto… muito alto. A camisa, toda preta, tem em detalhes a constelação de Dragão. Aquela mesma que ajudava Shiryu a acabar com adversários, ficar e ‘desficar’ cego e se tornar um dos mais populares personagens da franquia Cavaleiros do Zodíaco.

(Foto: Divulgação/FCPorto)

A peça ficou bem legal, e se o terceiro colocado no último Campeonato Português “elevar o seu cosmo”, poderá ter sonhos altos para a temporada que vai se iniciar. Mas para conquistar títulos importantes, terá de alcançar o “Sétimo Sentido”.

Os melhores azarões da Euro 2016 e Copa América Centenário

Se fora dos campos parte dos húngaros não está fazendo um bom papel, não podemos dizer o mesmo quando o assunto é o futebol. A equipe treinada por Bernd Storck está fazendo um papel muito digno: somou quatro pontos em dois jogos realizados até aqui e lidera o Grupo F.

No último sábado (18), os húngaros enfrentaram outra equipe que vem surpreendendo: a Islândia, equipe que está na frente de Portugal no grupo e tem, por enquanto, a melhor taxa de conversão do torneio: 25% – a mesma em relação a República Tcheca.

Nas Américas, a Venezuela segue provando uma evolução no futebol. Invictos na fase de grupos, e com uma vitória decisiva sobre o Uruguai. É claro que a campanha venezuelana ficou longe de ser espetacular, ainda mais após a eliminação nas quartas de final, em goleada sofrida para a Argentina. Mas se vale de esperança, o elenco da Vinho Tinto é o de menos média de idade da Copa América Centenário (24,78 em média de idade) e provou, mais uma vez, que pode ser competitiva.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook