Últimas

Lucas Lima x Ganso: Duelo de maestros no San-São

Protagonistas em seus clubes, jogadores estiveram juntos na Copa América Centenário



GOAL Por Fernando H. Ahuvia 


O clássico deste domingo (26) entre Santos e São Paulo, às 16h (horário de Brasília), no Pacaembu, pela 11º rodada do Campeonato Brasileiro, terá um duelo interessante entre os maestros Lucas Lima e Paulo Henrique Ganso, que estiveram juntos na Copa América Centenário, mas que agora precisam chamar a atenção do novo técnico da Seleção Brasileira, Tite, para continuarem sendo chamados nas próximas convocações.

Lucas Lima chegou ao Santos no início de 2014 e precisou superar um início apagado pelo clube da baixada para virar referência da equipe já a partir do segundo semestre. Extremamente habilidoso e com ótima visão de jogo, o jogador se tornou o maestro do Peixe sendo um dos grandes destaques da equipe nas conquistas do Paulistão de 2015 e 2016, no vice-campeonato da Copa do Brasil no ano passado e no Brasileirão de 2015.


(Foto: Ivan Storti/Santos FC/Divulgação)

Por conta da disputa da Copa América e de uma lesão no tornozelo direito, Lucas Lima pouco atuou até aqui no Brasileirão deste ano. Foram três jogos, sendo apenas um como titular. No San-São sua presença desde o apito inicial ainda é incerta, mas o jogador espera ser titular do que talvez possa ser seu último clássico contra o São Paulo.

Apesar do desejo de segurar Lucas Lima até o final de seu contrato, em dezembro de 2017, os dirigentes do Santos admitem que será difícil segurar o craque que não  esconde de ninguém o sonho de jogar em um grande clube europeu. Para isso, até recusou no início do ano uma proposta milionária da China.

Confira os números de Lucas Lima e Ganso no Brasileirão:

Paulo Henrique Ganso, por sua vez, depois de anos de altos e baixos com a camisa do São Paulo, finalmente tem se mostrado decisivo. O meia, que chegou ao clube do Morumbi em setembro de 2012, espantou a desconfiança dos críticos e da própria torcida nesta temporada, ganhou moral, passou a ser mais efetivo e se tornou o maestro do meio-campo da equipe comandada por Edgardo Bauza.

Hoje, com 26 anos, Ganso mudou. Muricy Ramalho, que foi seu treinador no Santos e no São Paulo, dizia que o jogador preferia o toque ao chute. Em 2016, porém, além de dar assistências ele também tem balançado as redes. Até aqui foram sete gols e nove assistências na temporada.


(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Com o bom momento, Ganso voltou a ser chamado para defender a seleção canarinha. O jogador do São Paulo, que substituiu o lesionado Kaká, porém, acabou não entrando em campo na Copa América Centenário.

O clube do Morumbi e a DIS negociam a renovação de contrato do camisa 10 são-paulino, que se encerra em setembro de 2017.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Hudson critica torcida única no San-São | Os jogos da 11º rodada | Cueva projeta jogar Mundial



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook