Últimas

Ludmilla dá sua versão e rebate empresário de show em Ribeirão Preto

Ludmilla em show em São Paulo (Foto: Thiago Duran/ Ag. News)Ludmilla em show em São Paulo
(foto de arquivo)

Na madrugada desta quinta-feira, 16, Ludmilla deu sua versão sobre episódio em show no último sábado, 11, durante o “Baile do Japa” em Ribeirão preto interior de São Paulo. Na ocasião, os contratantes do evento ficaram decepcionados com a atitude da funkeira e de sua equipe. Em post em uma rede social, Paulo Domingo, um dos sócios, disse estar indignado por – entre outras coisas – ter montado um camarim que foi exigido pela cantora, mas que não foi usado por ela. Ao EGO, Paulo disse que Ludmilla ficou o tempo todo na van, não quis atender a imprensa e os fãs e fez um show mediano.

Ludmilla escreveu em seu perfil no Instagram: “No show de Ribeirão, eu estava voltando de Rio Claro, local do meu primeiro show, queimando de febre, muito doente e não entrei no camarim porque estava muito frio. No termômetro estava 4 graus. Eu poderia piorar e comprometer o show. O meu produtor achou melhor eu aguardar na van por esse motivo. Tomei dois comprimidos de analgésicos para tentar melhorar e fiquei sonolenta. Resolvi descansar na van até o horário do show para ter condições de cantar. Fiz o possível para não cancelar o show e evitar transtornos de cancelamento e também para não chatear meus fãs e as pessoas que foram conhecer meu trabalho. Tenho uma equipe que trabalha comigo e confio, eles sabem o que é melhor pra mim. Tenho muitos compromissos e não sei o que é pedido, não tenho conhecimento de todos os detalhes de produção”, disse ela.

A funkeira continuou: “Nunca seria arrogante ao ponto de destratar ou não cumprir um compromisso por capricho. É o meu ganha pão, mas nem todos os dias estamos 100%, estava mal. Essa é a profissão que eu escolhi e amo o que eu faço, não estou reclamando. Não foi combinado atendimento de imprensa e o contratante sabia que eu chegaria no horário do show e também foi avisado que estava doente. Não exigi nada e não pedi para que as pessoas saíssem. Trato todo mundo com carinho. Os meus fãs são os responsáveis pelo meu sucesso, tenho muita gratidão por eles, não podia ser diferente.  Fico muito triste por acreditarem em tudo o que publicam, sem nem ao menos saberem o que realmente aconteceu.”

Ludmilla aproveitou para esclarecer sobre ter se mudado de uma casa na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, para um apartamento de frente par ao mar na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. “Eu não moro mais na casa da minha mãe há quase um mês, não me mudei por causa do vídeo! Não organizei nenhuma festa, não desrespeitei ninguém. A festa era da minha irmã. Cheguei de manhã em casa, meu último show foi as 6h da manhã, estava exausta e doente, dormi o dia todo e apenas passei no aniversário, pois tinha outro compromisso à noite. Qem me acompanha no Snap sabe disso. Em nenhum momento a vizinha da minha família ligou para reclamar ou foi até a residência pedir que o som fosse diminuído. Preferiu fazer um vídeo, sendo que eu não estava na festa.”

A cantora não parou por aí: “Se ela tivesse ligado ou ido até a residência, seria muito bem tratada e seu pedido atendido. Não estou dizendo que sou perfeita, mas não julguem sem saber. Todo mundo se acha no direito de julgar, só por que sou uma pessoa pública. Se fosse um desconhecido ninguém estaria nem aí. Quero apenas fazer meu trabalho, fazer o que eu amo, que é cantar. Vamos parar de perder tempo com fofocas e focar em coisas realmente importantes.”


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook