Últimas

Mais duas servidoras são demitidas por abandono de emprego

O Diário Oficial do Município trouxe mais duas demissões de servidores municipais por excesso de faltas não justificadas ou por acumulação. As portarias foram publicadas na edição desta terça-feira (20).  

Todas as portarias têm como base processos administrativos abertos para investigar as faltas foram analisados pela Comissão Permanente de Inquérito Administrativo da Procuradoria Geral do Município (PGM).

As duas servidores desligadas foram uma médica e uma enfermeira, que pertenciam ao quadro da Secretaria Municipal de Saúde.

Ao todo, a prefeitura já demitiu mais de 80 servidores.  A maioria dos casos a Comissão verificou a ocorrência do ilícito administrativo praticado pelo servidor indiciado que faltou ao serviço de forma injustificada, por mais de 30 dias, sucessivamente. Há também casos em que o município investiga acumulação de cargos.

O prefeito Rui Palmeira falou do trabalho realizado pela Procuradoria e disse que o número de demissões pode chegar a 800.

 

Cadaminuto

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook