Últimas

Menina morta após tentativa de estupro pode virar santa no Ceará

Com apenas 13 anos, Benigna Cardoso da Silva foi assassinada em Santana do Carari (CE), no ano de 1941, após resistir a um estupro. O crime chocou a cidade e alguns moradores passaram a considerar Benigna como mártir.

Hoje, a menina, morta a golpes de facão, possui o título de “Serva de Deus” reconhecido pelo Vaticano. Na interpretação de muitos moradores, Benigna, que era muito religiosa, morreu “para defender sua pureza”.

Na beira da estrada em que ela foi assassinada, foi construído um santuário onde muitas pessoas, que dizem ter alcançado graças, depositam amuletos e votos.

O processo de beatificação de Benigna Cardoso segue intermediado pela Diocese do Crato, cidade vizinha a Santana do Cariri.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook