Últimas

Messi nega conhecimento de fraude fiscal: ‘Confiava no meu pai e nos advogados’

Craque argentino disse no tribunal que sempre só pensou em jogar futebol

Lionel Messi esteve na manhã desta quinta-feira em um tribunal em Barcelona para prestar depoimento sobre a acusação de fraude fiscal. O craque do Barcelona negou conhecimento de qualquer delito e disse que nunca tomou uma decisão legal ou tributária sobre o seu património.

Messi e seu pai, Jorge, são acusados de sonegar o pagamento do imposto de renda em 2007, 2008 e 2009. O montante total que o Tesouro espanhol teria deixado de arrecadar é de € 4,1 milhões de euros. A maior parte deste valor é referente a direitos de imagem, pela parceria do jogador com uma série de grandes marcas.


(Foto: Pool)

“Eu só jogava futebol. Assinava os contratos porque confiava no meu pai e nos advogados que tínhamos para tratar dessas coisas”, afirmou Messi, que disse desconhecer que era sócio administrador da sociedade Jenbril, criada em 2007 no Uruguai e com o objetivo de gerir os seus direitos de imagem.

“Eu não sabia que era sócio e um dos controladores dessa sociedade. Eu firmava acordos porque era o que me pediam e eu confiava nele [no pai]. Eu só sabia que eram firmados acordos com patrocinadores e que tinha que fazer anúncios e fotos”, completou.

A promotoria deseja que Messi e seu pai sejam multados com o valor equivalente ao fraudado e ainda cumpram pena de 22 meses e meio de prisão. Como não possuem antecedentes, porém, eles não precisariam ficar presos., segundo o código penal espanhol.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
O que você precisa saber sobre o julgamento de Messi | Messi faz golaço fora de campo | A nova chuteira de Messi



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *