Últimas

Ministério Fiscal nega pedido de Laporta em "caso Neymar"

Ex-presidente do Barcelona alegou que foi prejudicado na negociação, mas Justiça não aceitou seu argumento

O Ministério Fiscal da Espanha descartou, nesta segunda-feira, o pedido de Joan Laporta, ex-presidente do Barcelona, que queria cancelar um acordo feito para resolver o “caso Neymar”.

Laporta tinha apresentado um pedido para se colocar como parte prejudicada pela má gestão da negociação do Barcelona com Neymar. Isso porque, após os problemas que ocorreram na transferência, o clube pagou para que Sandro Rosell e Bartomeu não fossem punidos. 


Neymar custou mais do que o dobro anunciado inicialmente pelo Barcelona (Foto: Getty Images)

Entretanto, o Ministério Fiscal da Espanha negou o argumento de Laporta: “não há interesse legítimo que ampare a incorporação do pedido. O objeto do presente procedimento não é determinar se a gestão dos dirigentes foi nefasta ou não”.

Dessa forma, o “caso Neymar” deve finalmente ser encerrado, mesmo depois de causar enorme prejuízo ao Barcelona. Ao todo, contabilizando as omissões fiscais e as multas pagas pelo clube, ele já custou 108,5 milhões de euros.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook