Últimas

MP abre procedimento para apurar possível perseguição contra ciganos em Penedo

Cinco ciganos foram convocados pelo Ministério Público Estadual (MPE) para prestar depoimento sobre uma possível perseguição sofrida pela comunidade no município de Penedo. Um procedimento investigatório Criminal foi aberto para apurar a denúncia, nesta segunda-feira (13), pelo promotor José Alves Sá.

A Procuradoria da República em Alagoas pediu providência sobre a possibilidade de estar ocorrendo discriminação e perseguição contra os ciganos. De acordo com o Ministério Público, policiais civis e militares teriam invadido, durante a madrugada, residências da comunidade, situada no bairro Vila Matias, tendo procedido buscas e apreensões com uso de violência desmedida e sem apresentação dos mandados.

A denúncia ainda consta que foram efetuados disparos com arma de fogo de grosso calibre, como também realizando prisões de alguns ciganos, provocando danos a imóveis de propriedade.  

Nesse primeiro momento, o MP convocou os ciganos para prestarem depoimento. A data dos depoimentos não foi divulgada. Alguns dos convocados foram presos durante uma operação integrada das polícias civil e militar e integrantes do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), do Ministério Público Estadual (MPE), acusados de e venda ilegal de armas e apreenderam armamento e munição, em abril do ano passado.

Na época, a Polícia Civil divulgou que os ciganos foram presos em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

 

 

Por Gilca Cinara

Foto: Arquivo CP

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook