Na base da alegria e da cerveja, torcida da Irlanda rouba cena na Eurocopa

Com apenas uma vitória e duas derrotas, a seleção da Irlanda do Norte se classificou para as oitavas de final da Eurocopa sem encantar. Se a equipe não conseguiu encher os olhos, seus torcedores deram um show pelas ruas de Lille, Lyon e Paris.

Eles esbanjaram humor e simpatia pela França, o oposto dos baderneiros ingleses e russos.

“É muito legal ver torcedores como estes. Passaram aqui os alemães, russos, ingleses… e a gente pensava que o futebol era um esporte de homens metidos a machões. Já eles são muito respeitosos”, elogiou Benjamin, garçom do Coffeeshop Company, um bistrô situado em Lille, no norte da França.

Onde quer que passem, os torcedores irlandeses são festejados. Em Bordeaux (sudoeste), por exemplo, o encontro com a polícia francesa virou um grande sucesso nas redes sociais. Quando uma centena de irlandeses atravessou um túnel e paralisou o trânsito da cidade, os policiais pediram para que se retirassem. Isso não foi capaz de tirar o bom humor dos britânicos, que começaram a cantar “Stand up, for the french police” (fiquem de pé para a polícia francesa). Os policiais entraram na brincadeira e responderam, também cantando: “Go home, for the french police” (voltem para casa para a polícia francesa).

Vários vídeos dos torcedores irlandeses viralizaram nas redes sociais. Eles já ajudaram um casal de idosos trocar o pneu do carro, dançaram no metrô, levantaram um ciclista para atravessar a multidão de torcedores.

Torcida da Irlanda fez festa pelas ruas de Lille, Lyon e Paris

“A gente só quer se divertir, beber umas cervejas com os amigos e confraternizar com os moradores locais e os torcedores adversários. Isso faz parte de nossa cultura. Não somos malvados, não queremos briga”, explica David Conwell, vestido com o camisa verde de sua seleção e um enorme chapéu com as cores da bandeira irlandesa.

O contraste é impressionante entre este ambiente pacífico e as cenas lamentáveis vistas há uma semana antes em Lille, onde torcedores ingleses e russos brigaram nas ruas. A presença da polícia, aliás, é praticamente imperceptível e a venda de bebidas alcoólicas não foi proibida, o que prova que as autoridades não consideram os torcedores irlandeses perigosos.

“Temos um olhar diferente que os ingleses em relação ao esporte. Talvez seja porque nunca conseguimos grandes resultados, então o simples fato de nos classificarmos para uma Eurocopa nos deixe muito felizes e só queremos aproveitar até o fim”, analisa Wayne O’Connor, jornalista do Irish Independent, maior jornal do país.

“Gostamos do contato com as pessoas, dividir bons momentos, faz parte de nossa cultura sermos amigáveis com todo mundo, até mesmo com os adversários. Temos orgulho de nossos torcedores”, comemora.

“Se perdermos, vamos festejar. Se empatarmos, também vamos festejar. Mas se vencermos, posso garantir que a festa será grandiosa e que a cidade lembrará de nossa passagem por muito tempo”, prevê Aidan Smith, outro torcedor uniformizado.

Jacky Naegelen/AFP
Torcedores da Irlanda do Norte antes do jogo contra a Alemanha
Torcedores da Irlanda do Norte antes do jogo contra a Alemanha

Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook