Na volta a Pasadena, Dunga relembra emoções de 94: "Foi uma grande momento da minha vida"

Técnico da Seleção Brasileira lembrou de detalhes do local onde aconteceu a final da Copa e onde será o jogo contra o Equador, neste sábado

Tensão, angústia e… alívio. A decisão da Copa de 1994 não poderia passar ao largo do duelo entre Brasil e Equador, neste sábado (4), pela estreia da Copa América Centenário, já que tanto aquela quanto essa partida dividem o mesmo palco: o Rose Bowl, em Pasadena.

Capitão do tetra, o técnico Dunga foi questionado sobre a final logo nos primeiros minutos da coletiva desta quinta-feira.

“É uma parte de uma historia do futebol brasileiro, da minha vida, do Gilmar, do Taffarel. Na chegada a aqui a gente lembra de tudo, do hotel, do trajeto, da chegada no estádio, do jogo ao meio dia, da prorrogação”, disse o treinador.

“Adrenalina, pressão, coisas normais na Seleção Brasileira, uma sensação única. Até hoje, quando eu me vejo batendo aquele pênalti me questiono se era eu mesmo. Me pergunto onde nos fomos buscar coragem pra cobrar um pênalti em uma Copa do Mundo. Ainda mais depois de 90, sabendo que se eu errasse de novo, não voltaria ao Brasil.”


Dunga se consagrou no Rose Bowl (Foto: TIM CLARY/AFP/Getty Images)

Nos quatro anos que antecederam o ato de levantar a taça, Dunga acabou marcado como um dos nomes responsáveis pelo insucesso no Mundial da Itália, quando a Seleção caiu para a Argentina nas oitavas. Na Califórnia, porém, o volante foi o responsável pela cobrança final, antes que Roberto Baggio decretasse a vitória brasileira nos pênaltis.

“O futebol, apesar de ser um jogo coletivo, muda naquele momento, pois não é você contra o goleiro, é voce contra o mundo. A obrigação de marcar em uma copa, algo que o Brasil não ganhava há muito tempo”, lembrou Dunga.

“Depois daquela Copa me perguntaram ‘pô, você sofreu as críticas por quatro anos’. Pois é, só quatro anos, imagina o resto deles? Aquela imagem vai ficar pra sempre.”

O Brasil encara o Equador a partir das 19h, horário local (23h de Brasília).


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *