Nos EUA, ministro do Esporte diz que Zika não terá impacto na Olimpíada

A preocupao mundial com o vrus da zika no ter impacto no nmero de visitantes esperado no Brasil durante a Olimpada do Rio, afirmou nesta quinta (9), o ministro do Esporte, Leonardo Picciani. Segundo ele, houve uma reduo significativa dos casos notificados no Rio desde o incio do ano e que a expectativa que o nmero seja “prximo de zero” em agosto, quando acontecem os jogos.

“Esperamos no ter impacto em relao ao zika, por isso estamos tomando as providncias apropriadas, o ministrio da Sade e todas as reas do governo”, disse Picciani em Washington, terceira parada de um giro internacional destinado a encontros com autoridades estrangeiras sobre a reta final de preparao dos jogos.

Ele afirmou ter “absoluta convico” de que o vrus no oferece “grave risco” aos visitantes e atletas, com base na evoluo dos casos nos ltimos meses.

Fernando Bizerra Jr/Efe
BRA500. BRASILIA (BRASIL), 17/02/2016.- El diputado Leonardo Picciani, candidato a jefe de PMDB, asiste a una votaci
O novo ministro do Esporte, Leonardo Picciani

“Em janeiro tivemos mais de 7 mil casos notificados na cidade do Rio de Janeiro. Reduzimos para pouco mais de 4 mil em abril e para 700 em maio. Nossa expectativa chegar muito prximo de zero em agosto”, disse o ministro. “Alm disso, tivemos 43 eventos-teste que reuniram 7 mil atletas no Rio e no houve nenhum caso de zika nem de dengue nessas competies.”

Picciani reconheceu que a doena “inspira ateno”, mas no motivo para “alarmismo”. Entre as providncias tomadas para lidar com o problema, ele citou a contratao pelo ministrio da Sade de 2.400 profissionais de sade adicionais ao efetivo existente. Tambm haver um contingente extra de 146 unidades mveis de tratamento intensivo, que se uniro frota regular de ambulncias da cidade.

Primeiro ministro do governo interino de Michel Temer a visitar a capital americana, Picciani foi recebido na porta da residncia oficial do embaixador do Brasil, onde concedeu a entrevista, por um grupo de cinco brasileiros contrrios ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. Eles seguravam cartazes com dizeres como “O mundo diz no ao golpe no Brasil” e “Fora Temer”.

Embora tenha votado contra o impeachment na votao na Cmara, na qual deputado pelo PMDB do Rio, ele acha que a tese de golpe defendida pela presidente no afeta a imagem internacional do Brasil nem coloca em risco o sucesso da Olimpada. A possibilidade de que a votao do processo no Senado ocorra durante os jogos tambm no o preocupa.

“O Brasil segue seu curso institucional, dentro do que determina a lei e a Constituio. H respaldo da comunidade internacional, que verifica isso”, disse.

Antes de Washington o ministro esteve em Londres e Nova York. Nesta quinta ele se rene na capital americana com a secretria de Sade e Servios Humanos americana, Sylvia Mathews, e o tema central ser a colaborao entre Brasil e EUA no combate ao vrus da zika.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook