Palmeiras nega ter feito acordo com WTorre sobre jogo no Allianz Parque

As declarações de Rogério Dezembro, CEO da WTorre Entretenimento, sobre as reuniões que a construtora e o Palmeiras supostamente tiveram para decidir qual jogo seria disputado fora do Allianz Parque foram recebidas com surpresa pelo presidente do clube, Paulo Nobre. Em declaração ao programa Bate-Bola do canal ESPN Brasil, Nobre rejeitou que tenha definido em comum acordo com a construtora que seria menos prejudicial ao clube deixar de jogar com o América-MG no Allianz Parque do que perder seu estádio para confrontos com Corinthians ou Santa Cruz.

“Existe um contrato, a WTorre tem o direito de utilizar o estádio em eventos, e quando é comunicado disso o Palmeiras tem que jogar fora do Allianz, e eles [WTorre] nos pagam uma multa de 50% do borderô. É assim que funciona. A fala do Rogério Dezembro não traduz a realidade: o Palmeiras não participa da escolha de eventos, o Palmeiras é comunicado que não poderá utilizar o Allianz”, disse Nobre. “Existe uma comunicação da parceira e o Palmeiras tem que cumprir.”

“No caso do dia 22 [partida contra o América-MG], nós tentamos na CBF com a WTorre transferir para o dia 23, mas não deu certo”, completou.

Segundo a Folha apurou, gerou incômodo na diretoria do Palmeiras o fato de não ter sido comunicada de que Dezembro daria uma coletiva de imprensa. Depois de tomar conhecimento do conteúdo da entrevista, a irritação se tornou maior.

“Não vou conseguir reproduzir as exatas palavras dele [Dezembro], mas ele disse que o Palmeiras meio que concordou [em tirar do Allianz o jogo contra o América-MG] por se tratar de um jogo de menor importância. Não existe um jogo de menor importância no Brasileiro. Ganhar do Corinthians, Santa Cruz ou América vale os mesmos três pontos”, seguiu Nobre.

O Palmeiras deixará de jogar no Allianz Parque contra o América-MG, em 22 de junho, pelo Campeonato Brasileiro, porque o estádio sediará a estreia internacional do filme “Independence Day: O Ressurgimento” na mesma data.Segundo Rogério Dezembro, CEO da WTorre Entretenimento, o clube ofereceu datas alternativas, como segunda (20), terça (21), quinta (23), mas foram vetadas pela CBF. Procurada pela Folha, a CBF confirmou o pedido e disse que há dificuldade para remanejar a tabela, dado que acontecerão quatro rodadas em sequência, abrangendo os dias 15,18, 22 e 25 de junho.

“O clube trabalhou até o último minuto para transferir o jogo, e começou a tentar em abril. Como os jogos contra Corinthians e Santa Cruz vão acontecer em finais de semana, acreditamos que seria uma perda menor tirar o jogo do América-MG do Allianz Parque”, disse Dezembro em coletiva de imprensa nesta terça (7), lembrando que o São Paulo joga na capital na quinta e que o próprio Santos tem atuado ocasionalmente no Pacaembu.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook