Palmeiras tenta superar desgaste para manter ponta da tabela

Além do América-MG, adversário desta terça (21) pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras terá o desafio de superar as limitações físicas do elenco para se manter na liderança do torneio na 10ª rodada. O time tem 19 pontos e está à frente do Internacional apenas pela vantagem no saldo de gols (nove contra seis)

Diante da série atual de quatro jogos (contra Corinthians, Coritiba, Santa Cruz e América-MG) em nove dias, o técnico Cuca avalia opções no elenco para que os atletas mais desgastados e com históricos recentes de lesões, como Dudu, Moisés e Cleiton Xavier, possam descansar.

A dificuldade de Cuca está em encontrar alternativas que tenham tanto poder de criação quanto os titulares: Dudu e Cleiton Xavier são os líderes de assistências no Brasileiro, com quatro cada um.

Entre os relacionados, o meia-atacante Vitinho, 18, tem boas chances de participar do jogo. O Palmeiras pediu à CBF a liberação do jogador de período de treinos com a seleção brasileira sub-20 entre os dias 19 e 24 deste mês a pedido do técnico Cuca, que desde o início do torneio tenta aproveitá-lo.

Vice-lanterna do campeonato, o América-MG tem como técnico o português Sérgio Vieira, que em fevereiro bateu o Palmeiras por 2 a 1 no Allianz Parque quando ainda estava na Ferroviária. Na ocasião, o time alviverde era treinado por Marcelo Oliveira e foi envolvido pela troca de passes do adversário.

LIDERANÇA

Pela primeira vez nos últimos sete anos, o torcedor palmeirense vê seu time assumir a liderança do Campeonato Brasileiro após quase um quarto da competição ser disputado.

Para assumir a ponta do torneio, a equipe alviverde venceu o Santa Cruz por 3 a 1, no último sábado, e contou com uma derrota do Internacional para o Figueirense por 3 a 2, no domingo. Com os resultados, os dois clubes ficaram com 19 pontos, mas os paulistas levam vantagem no saldo de gols (9 a 6).

Neste ano, o Palmeiras ocupou a ponta da tabela, mas foi logo na primeira rodada. Na oportunidade, o clube liderou também em virtude dos critérios de desempate -tinha mais saldo de gols que Santa Cruz, Flamengo, São Paulo, Coritiba, Fluminense e Atlético-MG.

O time dirigido por Cuca não ocupava a liderança do principal campeonato do país desde 1º de novembro de 2009. Na oportunidade, liderou a competição da 15ª até a 33ª rodada, mas não conseguiu manter o nível e viu o Flamengo faturar a taça.

A equipe alviverde ficou fora até da zona de classificação para a Libertadores após terminar na quinta colocação.

Depois da edição de 2009, o Palmeiras ficou perto da liderança em duas oportunidades nas edições de 2010 e 2011, quando foi vice-líder. Em 2010, ocupou a segunda colocação após o término da sétima e oitava rodadas. No ano seguinte, foi segundo colocado no complemento da quinta rodada. Nas duas ocasiões, o campeonato não tinha completado um quarto de disputa.

Neste período, o Palmeiras disputou a série B em 2013 e brigou contra o rebaixamento em 2014.

*

PALMEIRAS
Prass; Jean, T. Martins, V. Hugo e Egídio; Tchê Tchê, T. Santos e Vitinho (Fabrício); R. Guedes, G. Jesus e Cristaldo Técnico: Cuca

AMÉRICA-MG
J. Ricardo; Hélder, Artur, Adalberto e D. Barcelos; L. Guerreiro, Juninho, Ernandes, Eduardo e Osman; V. Rangel Técnico: Sérgio Vieira

Estádio: Allianz Parque
Árbitro: Péricles Bassols
TV: 21h30, pay-per-view


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook