Últimas

Para Gabriel, Brasil não tem nada assegurado após empate com o Equador: "Não foi o jogo mais complicado"

Atacante, que entrou no segundo tempo, acredita que Seleção pecou na hora de definir as jogadas



GOAL Por Matheus Harb, de Los Angeles (EUA)


A estreia contra o adversário mais complicado, um resultado aquém do esperado… mas será mesmo o Equador a grande ‘pedreira’ da Seleção na fase de grupos da Copa América Centenário? Para o atacante Gabriel Barbosa, o principal desafio ainda não foi vencido, e não há como cravar, por enquanto, quem será o vencedor da chave que conta, ainda, com Haiti e Peru.

“Não acho que tenha sido a partida mais complicada”, afirmou o jogador do Santos após a partida. “Todos os jogos são difíceis, faz muito tempo que todas as seleções são muito fortes. Então indepentende disso, a gente precisa entrar em campo e mostrar nosso futebol.”


(Foto: Lucas Figueiredo/MoWA Press)

Gabigol foi lançado por Dunga no lugar de Jonas na segunda etapa, quando o Brasil vinha tendo ainda mais dificuldades de furar o bloqueio equatoriano. A definição das jogadas foi, de fato, um grande empecilho para que a vitória não tenha sido alcançada.

“Acho que faltou o último passe”, resumiu o atacante. “Foi um bom jogo, difícil e muito disputado, em que a gente criou chances mas acabou não conseguindo o gol. A nossa atuação foi boa, apesar disso.”

A Seleção viajou na manhã deste domingo rumo a Orlando, onde enfrentará o Haiti na quarta-feira, dia 8, às 19h30 do horário local (20h30 de Brasília).


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
CA100: Brasil só empata na estreia | Willian: atuação em números | Mais COPA AMÉRICA



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *