Paulo Ricardo: 'Pouca coisa é mais intensa do que três filhos pequenos'

Paulo Ricardo (Foto: Celso Tavares/EGO)Paulo Ricardo (Foto: Celso Tavares/EGO)

Paulo Ricardo não foge à regra de papai coruja e é do time que mostra vídeos, fotos e conta diversas histórias dos filhos. Mas o cantor não deixou a fofura das crianças apenas para as pessoas mais próximas.

Paulo, que está lançando o CD “Novo Álbum”, colocou na capa o filho Luis Eduardo, que completa 2 anos no dia 19 de junho. Além disso, entre as faixas do disco, uma leva o nome e faz homenagem à filha Isabela, de quase 4 anos. Estes são alguns detalhes do trabalho, que em nada lembra os álbuns do RPM – grupo formado por Paulo Ricardo, Fernando Deluqui, Luiz Schiavon, Paulo Antônio e Charles Gavinque, que emplacou diversos hits na década de 1980.

“A gente escreve sobre o que está vivendo, sobre o que está acontecendo em nosso mundo interno. Nos anos 80, a gente estava vivendo a passagem de uma ditadura militar, democracia, Diretas Já, revolução. E o que está acontecendo agora são três filhos pequenos. E pouca coisa é mais intensa do que três filhos pequenos”, explicou o apresentador do “SuperStar”. Paulo é casado há cinco anos com Gabriela Verdeja, com quem tem – além de Luis Eduardo e Isabela – a pequena Diana, de 6 meses. O cantor ainda é pai de Paola, de 28 anos, de seu primeiro casamento.

Luis Eduardo, filho de Paulo Ricardo, retratado por Angelo Pastorello para o álbum do cantor (Foto: Divulgação)Luis Eduardo, filho de Paulo, retratado por Angelo
Pastorello para o álbum do cantor (Foto: Divulgação)

RPM pode voltar em 2017
O novo CD foi produzido após o RPM optar por uma pausa nas gravações de um novo álbum. “Quando o álbum ficou meio preso, não estava fluindo, a gente decidiu parar”, explicou.

Aos fãs da banda, Paulo diz que o grupo pode retomar as gravações no próximo ano. “Mas as pessoas não fazer a menor questão de músicas novas de artistas consagrados. Eles querem ouvir os velhos sucessos. Estamos fazendo essa turnê há cinco anos e só falta as pessoas dizerem ‘não muda, pelo amor de Deus’”.

Questionado se não é frustrante para um músico não poder produzir novidades e se o álbum solo supre esse desejo, ele não hesita em responder: “Sim para as duas perguntas. Estou com filhos pequenos, inquieto, ansioso, feliz… não estou me sentindo com 30 anos de carreira. Estou me sentindo começando agora”.

A decadência física ninguém quer, mas é o processo natural da ordem das coisas. Estou cercado de todas as evidências de que vai ser uma velhice muito gostosa. Vou ser um vovô rock and roll.”

Paulo Ricardo

Com essa sensação, que mistura a vontade de produzir com a experiência das décadas de carreira, Paulo Ricardo faz uma análise sobre o passar dos anos no trabalho, que se iniciou cheio de rebeldia. “A gente fica mais profissional. Tem uma frase do Jagger que ele fala: ‘você pode brincar de ser rebelde por no máximo sete anos. Depois, ou você se profissionaliza ou você some’. Tem esse começo que você fala ‘Uau, sexo drogas e rock and roll. Eu quero’. Aí depois vira um trabalho como outro qualquer. Um trabalho árduo, para o qual você precisar estar bem fisicamente”.

Cuidados físicos
Paulo conta que faz questão de se cuidar também, para estar ao lado dos filhos. “A gente quer brincar com eles. Não basta estar com eles, sentados na cadeira de balanços. Você quer brincar, correr, pegar no colo. Chego em casa depois de três dias viajando e minha filha quer cavalinho”, relata ele, que pratica pilates e natação.

Paulo Ricardo com os filhos Isabela, Luís Eduardo e Diana (Foto: Instagram/ Reprodução)Paulo Ricardo com os filhos Isabela, Luís Eduardo e
Diana (Foto: Instagram/ Reprodução)

Sobre cuidados estéticos, ele garante que não é vaidoso, embora carregue na bagagem o fato de já ter aplicado botox. “Isso aconteceu uma vez e em 1999”, admitiu ele, que odiou a experiência. “Achei estranho, fiquei paralisado e nunca mais fiz”.

Medo de envelhecer
Aos 53 anos de idade, Paulo diz não ter medo de envelhecer. “Acho que tem algumas coisas tão preciosas ali, que o importante é viver intensamente todas as fases. Hoje estou num momento tranquilo, cada vez mais olhando para frente e vendo meus filhos crescerem. É prazeroro”, apontou ele, antes de completar: “Claro, a decadência física ninguém quer, mas é o processo natural da ordem das coisas. Estou cercado de todas as evidências de que vai ser uma velhice muito gostosa. Vou ser um vovô rock and roll”.

As pessoas não fazer a menor questão de músicas novas de artistas consagrados. Eles querem ouvir os velhos sucessos.”

Paulo Ricardo

Fama de sedutor
Embora tenha carregado uma fama de sedutor ao longo dos anos, Paulo se diz um cara tímido, assim como o rapaz do hit “Olhar 43”. O cantor, aliás, desfaz qualquer dúvida sobre a relação de olhar 43 com olhar de sedução. “Fico feliz porque a expressão caiu no gosto corrente e na expressão popular. Agora, a letra é de um cara tímido, de alguém que tem dificuldade de chegar na menina. É quase um olhar de súplica”, explicou.

Ele ainda reforçou que a alcunha de roqueiro sedutor não passa de um estereótipo. “Não é meu tipo, da minha personalidade. Sou mais tímido. Claro… pra gente que escreve, a musa é peça fundamental. Vou até mais longe. Todo mundo que começa na música, a grande maioria das pessoas que conheço, me disse e confessa que a gente faz isso para conseguir seduzir alguém. Ou ‘alguéns’. Depois com o tempo você aprende a ser profissional e vê que são duas pessoas diferentes: você e o artista. Como diz o Lulu (Santos): ‘não leve o personagem para cama’”.

Paulo Ricardo (Foto: Celso Tavares/EGO)Paulo Ricardo comenta se sentir no início de carreira (Foto: Celso Tavares/EGO)
Paulo Ricardo (Foto: Celso Tavares/EGO)Paulo Ricardo posa no Paris 6, local em São Paulo onde é frequentador assíduo (Foto: Celso Tavares/EGO)
Paulo Ricardo (Foto: Celso Tavares/EGO)Paulo Ricardo diz não ser um homem vaioso (Foto: Celso Tavares/EGO)
Paulo Ricardo (Foto: Celso Tavares/EGO)Paulo Ricardo nega fama de sedutor: ‘Não é meu tipo. Sou tímido’ (Foto: Celso Tavares/EGO)
Paulo Ricardo (Foto: Celso Tavares/EGO)Aos 53 anos de idade, o cantor garante não ter medo de envelhecer (Foto: Celso Tavares/EGO)
Paulo Ricardo (Foto: Celso Tavares/EGO)Paulo Ricardo usa camiseta em homenagem a David Bowie (Foto: Celso Tavares/EGO)
Paulo Ricardo (Foto: Celso Tavares/EGO)Paulo Ricardo (Foto: Celso Tavares/EGO)

Agradecimento: Paris 6 – Rua Haddock Lobo, 1159 – São Paulo Tel: (11) 2548-2790


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *