Presidente da Argentina telefona para pedir que Messi permaneça na seleção

A comoção para que Lionel Messi desista da ideia de se aposentar da seleção argentina é geral. Nesta segunda-feira (27), Mauricio Macri, presidente argentino, telefonou para o camisa 10 para manifestar seu orgulho com a seleção principal e pedir para que o jogador continue na equipe.

“Telefonou e disse do orgulho que sente pelo desempenho da seleção, e lhe pediu que não escute as críticas”, revelou um porta-voz de Macri.

Daniel Dabove/Xinhua
Macri durante discurso em Buenos Aires em maio
Macri durante discurso em Buenos Aires em maio

O apelo de Macri ocorre após Diego Maradona aderir à campanha para que Messi volte atrás na sua decisão de deixar de defender a seleção. “Messi tem de seguir na seleção, tem de seguir. Porque ele vai chegar à Rússia em condições de ser campeão do mundo”, disse o ex-jogador ao jornal “La Nacion”.

Messi afirmou que não jogará mais pela seleção argentina após o vice-campeonato da Copa América Centenário. Ele desperdiçou a primeira cobrança na decisão de pênaltis, que terminou com vitória chilena por 4 a 2, após empate no tempo normal e na prorrogação em 0 a 0.

É a terceira final consecutiva que Messi perde com a Argentina. Em 2014, foi vice-campeão mundial. No ano passado, perdeu a decisão da Copa América também para o Chile.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook