Presidente do Corinthians diz ter convicção da permanência de Tite

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, afirmou ter convicção de que o técnico Tite recusará o convite da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para dirigir a seleção brasileira e permanecerá no clube.

O treinador esteve reunido com Marco Polo Del Nero, presidente da entidade, por mais de três horas nesta terça-feira (14), mas deixou o encontro sem dar uma resposta positiva. Ele é o preferido para assumir o lugar de Dunga, demitido após a eliminação na primeira fase da Copa América Centenário.

“Sou bastante positivo e tenho convicção de que o Tite vai permanecer conosco. Enquanto o Tite não olhar para mim e disser que aceitou o convite da CBF, não quero pensar em outro [treinador]. O treinador do Corinthians é o Tite até que ele me comunique que está saindo, mas eu não posso responder pelo Tite”, disse o presidente corintiano em entrevista à rádio Bandeirantes.

Tite

De acordo com o dirigente, o momento não é ideal para Tite assumir a seleção brasileira.

“Deixaram um abacaxi tremendo para o Tite. Estamos em sexto nas eliminatórias e com chance de não classificar. Faltam dois anos para a Copa do Mundo, não sabe se chega”, acrescentou.

Caso Tite deixe o clube, Roberto de Andrade afirmou não ter medo de arriscar na contratação de um treinador novo.

“São muitos treinadores no mercado brasileiro. Tem quantidade, mas, às vezes, na qualidade você vai espremendo e sai pouca gente. Precisa ser alguém que tenha perfil do Corinthians, porque fazemos um trabalho com o Tite há quatro anos. Mas arriscaria sim, sem problema nenhuma. Sair da mesmice é comigo mesmo”.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook