Rio-16 corre risco de ser trágica, diz presidente do Conselho Mundial de Boxe

O presidente do Conselho Mundial de Boxe, principal entidade do boxe profissional, Mauricio Sulaiman, v risco de a Rio-16 ficar marcada como “uma olimpada trgica” por conta da deciso que permite que profissionais dividam os ringues com amadores.

O dirigente mexicano alerta, em carta aberta enviada com exclusividade, que essa uma das “mais perigosas aes contra o esporte que foi um dos fundadores da Olimpada” e refuta comparaes com o que acontece no basquete com o Dream Team.

“O boxe no [como o basquete] um jogo onde se anota pontos ou cestas, um esporte de alta periculosidade integridade fsica, especialmente quando h disparidade [de nvel tcnico] entre os competidores”.

” altamente perigoso pensar que qualquer boxeador profissional, no importa seu nvel, possa competir contra qualquer boxeador amador na Olimpada”, afirma Sulaiman. “Fica nas mos de todos aqueles que votaram a favor dessa medida a responsabilidade por uma possvel tragdia que mancharia com sangue inocente suas mos e sua moral, marcada exclusivamente pela marca do dinheiro”.

Segundo o dirigente, ele espera que os nicos boxeadores profissionais que participem dos Jogos do Rio sejam atletas do nvel de principiantes acostumados a apenas lutas de quatro assaltos [lutas por ttulo acontecem em 12 assaltos].

John Gurzinski/AFP
Manny Pacquiao comemora vit
Manny Pacquiao, uma das estrelas do boxe profissional, comemora vitria sobre Timothy Bradley

*

Confira a ntegra do documento abaixo:

“O Conselho Mundial Boxe, firme em sua oposio participao de boxeadores profissionais nos Jogos Olmpicos do Rio-2016

O Conselho Mundial de Boxe tem expressado incansavelmente sua preocupao, a mesma de milhares de pessoas da comunidade do boxe mundial, em relao proposta da Aiba de permitir que boxeadores profissionais lutem nos Jogos Olmpicos do Rio.

Essa deciso, que foi anunciada hoje [ontem], marca a histria do boxe como uma das mais perigosas aes que algum j cometeu contra o esporte que nasceu 8.000 anos A.C.; o esporte que foi um dos fundadores das olimpadas originais e o esporte dos poucos que oferecem oportunidade a qualquer pas de obter uma medalha olmpica sem importar sua economia, sua estrutura social ou cultural.

O boxe no um jogo onde se anotam pontos ou cestas; um esporte de alta periculosidade para a integridade fsica, especialmente quando h disparidade entre os competidores.

A Rio-2016 corre o risco de ficar marcada como uma olimpada trgica se a Aiba no proceder com o mximo cuidado ao estabelecer seu plano de trabalho. altamente perigoso pensar que qualquer boxeador profissional, no importa seu nvel, possa competir com qualquer boxeador amador na Olimpada.

No boxe profissional existem nveis, normalmente so estabelecidos por meio do nmero de assaltos que se compete, sejam quatro, seis, oito, dez, ou as lutas de ttulo que so em 12 assaltos. Logicamente impensvel que um novato de quatro assaltos v competir contra um campeo em 12 assaltos.

A objeo absoluta e total a esse assunto est baseada na preocupao com a segurana dos atletas, mas h outras graves incongruncias na maneira de proceder da Aiba o que esto publicando hoje [ontem] em seu press release.

Um de seus comunicados fala de um estudo mdico que determina a abolio do protetor de cabea para as lutas [uma das novidades da Olimpada do Rio], enquanto na realidade tal estudo carece absoluta e totalmente de uma interpretao mdica e s engloba estatsticas com um alto grau de confuso e manipulao em sua interpretao.

Por outro lado reconhecem como “Boxeador Profissional No-Aiba” qualquer boxeador profissional que deseje participar da Olimpada. H evidncias interminveis de prticas monopolsticas e de abuso de poder que a Aiba aplicou em muitos pases, prejudicando no processo o boxe amador e acabando com estruturas e plataformas para a proteo desse esporte no mundo.

H muitos outros assuntos para rebater e combater no que a Aiba faz, mas o assunto principal, sem dvida alguma, a grave preocupao do que pode acontecer nessa olimpada quando acontecerem, se que iro acontecer, lutas entre boxeadores novatos e jovens com boxeadores experientes no boxe profissional, com diferente estrutura fsica e mental.

O nico motivo para a Aiba tomar essa deciso evidentemente comercial, e se atreve a se comparar [o boxe] com outros esportes, como o basquete, o tnis etc.

Temos ainda a esperana de que qualquer boxeador profissional que for Olimpada do Rio-2016 seja de um nvel bsico e elementar, por exemplo boxeadores de quatro assaltos, e que no participem campees mundiais ou boxeadores que pelos motivos explanados anteriormente possam chegar a causar danos permanentes a boxeadores amadores.

Fica na mo de todos aqueles que votaram a favor dessa medida a responsabilidade por uma possvel tragdia que encheria de sangue inocente suas mos e sua moral que est marcada exclusivamente pela marca do dinheiro”.

Alm de manifestaes de vrias entidades do boxe como a Unio Europeia de Boxe, Federao Norte-Americana de Boxe e Federao do Oriente e Pacfico, o dirigente destacou manifestaes de ex-campees contra a deciso da Aiba. A seguir, o resumo de algumas delas:

“Permitir que profissionais lutem com amadores um crime. Coloca em risco vidas e carreiras de jovens boxeadores” –Julio Cesar Chvez, ex-campeo em vrias categorias de peso.

“De repente voc poderia ter algum como [o ex-campeo profissional dos pesados] Wladimir Klitschko, que foi ouro em Atlanta-96, e tem muito mais experincia, contra um garoto de 18 anos com apenas 10 lutas” –Lennox Lewis, ex-campeo mundial dos pesados e campeo olmpico super-pesado na olimpada de Seul-88.

“Quando um garoto de 17 anos da Sucia enfrentar um americano campeo mundial de 30 anos e for colocado em coma, todos iro perguntar: “Por que permitiram que isso acontecesse?” –David Haye, ex-campeo dos pesados.

Que esporte esse? – Olimpada – Folha de S.Paulo


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *