Últimas

Russomanno se diz feliz com liderança em pesquisa

O deputado federal Celso Russomanno (PRB-SP) se disse muito feliz com o resultado da pesquisa Ibope, divulgada nesta terça-feira, que o coloca como líder na disputa pela Prefeitura de São Paulo, com 26% das intenções de voto. “Vejo com muita felicidade, mas com pé no chão e muita humildade também porque isso é uma pesquisa antes da eleição”, afirmou ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. Apesar da humildade, o deputado disse que não tem preferência na escolha de adversário para o segundo turno.

Russomanno afirmou ainda que a principal diferença em relação à eleição passada, quando também chegou a liderar, mas não foi para o segundo turno, foi a diferença do tempo de televisão. “Agora a gente está trabalhando com outros partidos para ter mais tempo de televisão”, disse, sem querer antecipar com quais partidos está batalhando para construir alianças.

O deputado afirmou ainda que na eleição passada o atual prefeito e candidato à reeleição Fernando Haddad (PT), além de muito mais tempo de exposição, tinha mais recursos. “A gente tinha dois minutos de televisão e o Haddad tinha quase nove. A gente tinha R$ 6 milhões para gastar, ele tinha R$ 68 milhões”, afirmou. “Mas agora, graças a Deus, vai ficar mais igualitário. Estou acertando com vários partidos, mas não quero antecipar.”

Russomanno evitou listar possíveis erros no pleito passado e reiterou que “basicamente” foi o tempo de TV que o tirou da disputa.

Em relação aos demais pré-candidatos, Russomanno disse que não tem preferência por adversários e que vê com bons olhos uma disputa com mais players. “Hoje, eu vejo o quadro da seguinte forma: todo mundo brigando para chegar ao segundo turno comigo, não sei quem vai ser adversário. Não tenho preferência”, disse. “Acho muito salutar a quantidade de candidatos, que oxigena a política e é extremamente importante”, completou.

Segundo a pesquisa Ibope, em segundo lugar está a senadora Marta Suplicy (PMDB), com 10%, seguida de perto pela deputada Luiza Erundina (PSOL), com 8%. Ambas foram prefeitas de São Paulo pelo PT. O prefeito Fernando Haddad (PT) está em 4° lugar, com 7%. O empresário João Doria, do PSDB, foi mencionado por 6% dos entrevistados e está na frente do vereador Andrea Matarazzo (PSD), com 4%.

Para Russomanno, o quadro da pesquisa mostra um “recall” geral nos eleitores paulistanos. “Tem um recall por parte da minha eleição, ter sido candidato a prefeito, dos outros de já serem experimentados, com exceção do Dória, que ainda não é conhecido e está começando a se fazer”, afirmou.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook