Últimas

Sem Prass e Jesus, Palmeiras não tem substitutos prontos para jogar

Goleiros praticamente não jogaram pelo clube, e os atacantes não têm as mesmas características de Gabriel

As convocações de Fernando Prass e Gabriel Jesus deixaram os dois jogadores muito felizes, mas com certeza criaram uma preocupação para a torcida do Palmeiras. Afinal eles são fundamentais para o time e devem ficar fora de seis rodadas do Campeonato Brasileiro. Pior: seus substitutos não estão jogando com frequência e não parecem prontos para jogar no mesmo nível.

Como bom companheiro, Prass defendeu seus possíveis substitutos nesta terça-feira: “a gente trabalha em quatro goleiros. O Vinicius é mais novo, tem 22, o Jailson é mais experiente, tem 35, e o Vagner é o meio termo. São todos goleiros de qualidade. Vai muito do feeling do treinador, da empatia. Tecnicamente, todos são muito bons. Óbvio que o Vinicius tem bem menos experiência, mas tecnicamente não tem o que falar. O Oscar (preparador) terá uma dor de cabeça muito boa. Que ele tenha serenidade para escolher”, desejou.

Na prática o problema do Palmeiras é que sequer há um substituto definido. Somente Jailson já jogou pelo clube, em três partidas. Não comprometeu, mas também não chamou atenção. Tem a seu a favor a experiência, mas não é o favorito.


Vagner deve ser o substituto de Prass (Foto: Divulgação/Palmeiras)

Este título fica com Vagner, que foi contratado no começo do ano, visto como promissor pelas boas atuações no Ituano campeão paulista de 2014 e também no Avaí em 2015. Tem 25 anos e tem como pontos fortes a técnica, o reflexo e a saída de bola.

Vinicius Silvestre é o goleiro mais alto (1,95m) e também o mais novo. Com apenas 22 anos, tem poucas chances de jogar agora.

De qualquer forma, seja qual for o escolhido, será alguém com pouca experiência no Palmeiras e sem nenhum ritmo de jogo. Para quem está acostumado com a segurança de Prass, com certeza será um choque muito grande.

Barrios, Rafael Marques, Erik ou Leandro Pereira?

Gabriel Jesus tem jogado como centroavante, então o correto é escalar outro centroavante no lugar dele, certo? Errado. Jesus não tem sido um “camisa 9” comum, que fica na área, briga com os zagueiros, aproveita as jogadas aéreas e faz jogadas de pivô. Pelo contrário: ele tem se destacado porque sai da área para criar jogadas, tabelar com a bola no chão, usar a habilidade e abrir espaço para os companheiros. E não há nenhum jogador entre os reservas do Palmeiras que faça algo parecido.


Erik custou R$ 13 milhões (Foto: Divulgação/Palmeiras)

Quem mais se aproxima disso é Erik, que já jogou no Goiás como centroavante e tem boa habilidade para participar das jogadas fora da área. Ele custou caro ao Palmeiras e essa seria uma boa oportunidade de valorizá-lo, pois até agora não jogou nada: fez 13 jogos, sendo apenas três como titular, e não marcou nenhum gol. Essa má fase é o que pode gerar desconfiança em Cuca para escalá-lo.

Aliás, o técnico também tem ressalvas quanto a Lucas Barrios. Os dois se desentenderam nesta semana e agora dizem que está tudo acertado. Mas Cuca já deu indícios de que não gosta do futebol dele, além das suas características serem totalmente diferentes.

Rafael Marques nunca gostou de ser escalado como centroavante, mas tem características físicas para isso e pode ser adaptado por Cuca. É um jogador que conhece o Palmeiras e certamente não vai reclamar por finalmente poder jogar, ainda que seja fora de posição. Apesar da sua importância em 2015, ele jogou apenas 18 vezes neste e fez três gols.

Números de Rafael Marques no Brasileirão 2016:

Uma quarta opção para Cuca foi anunciada nesta quarta-feira: Leandro Pereira voltou ao Palmeiras e pode jogar como centroavante na vaga de Jesus. Tem o mesmo problema de Barrios, a diferença de características, mas deve chegar com mais confiança de Cuca e assim receber oportunidades. 

Cuca sempre afirmou que precisava de um elenco grande para ter opções quando perdesse jogadores importantes. O resultado agora é que ele tem uma grande quantidade de substitutos. O problema é que as características não são as mesmas.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook