Tarcísio Meira aparecerá em estado vegetativo em próxima novela e diz: “Quero morrer trabalhando”

Tarcísio Meira voltará à TV em outubro  - Foto: Globo/João Miguel Júnior

Tarcísio Meira voltará à TV em outubro – Foto: Globo/João Miguel Júnior

Após fazer uma participação em Velho Chico, Tarcísio Meira irá voltar às novelas na próxima trama das 21h, A Lei do Amor, que tem estreia prevista para o início de outubro. Ele interpretará um ricaço Fausto, que passará boa parte da história em estado vegetativo. Em entrevista para a revista Época, publicada nesta quarta-feira (22), ele analisou o atual momento das novelas brasileiras.

“Sempre tivemos a sorte e o talento de, com as novelas, ir sempre ao encontro do público, não perdê-lo de vista. Mas, de repente, chegou um momento em que as tramas estão muito compridas no ar, algumas um pouco complicadas e pretensiosas demais. É para ser uma coisa séria, mas leve, não pode ser pesada. Já temos o Jornal Nacional mostrando a realidade dura. A nossa novela sempre será boa, mas deve ser reduzida para 120 capítulos com, no máximo, 45 minutos por dia”, declarou o ator.

Aos 80 anos, ele não se vê longe de sua profissão: “Nunca pensei em me aposentar, quero morrer trabalhando”. Além disso, Tarcísio revelou como tem sido envelhecer para ele: “A vida tem transcorrido com certa tranquilidade, no sentido de que as coisas não têm sido tão ruins para mim como são para outras pessoas. Considero-me um privilegiado. Evidentemente, não tenho mais a mesma disposição e o vigor dos 40, isso é uma coisa chata, uma limitação. Mas minha cabeça continua a mil, continuo querendo fazer as coisas, aprendendo sempre. Não tive crises, mas tomei um susto quando fiz 70 anos. E, logo depois, passou rápido, estava fazendo 80”.

Com 60 anos de carreira e 55 destes casados com Glória Menezes, o ator comentou a relação entre eles: “Não existe mistério, estamos casados há quase 55 anos porque estamos velhinhos. Foi um casamento que deu certo, não fizemos força para dar certo. Não é fazendo isso ou aquilo, deve ser orgânico. As coisas foram acontecendo, não houve reação contra, fluiu. Conheço outros casais que estão juntos, e bem, há mais de 50 anos”.


Fonte: Cenapop.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook