Tricampeão mundial e medalhista olímpico; veja a cronologia de Ali

Lenda do boxe, o americano Muhammad Ali, 74, morreu após internação por problemas respirarótios nos Estados Unidos. A morte foi anunciada na madrugada (de Brasília) deste sábado (4).

Seu porta-voz, Bob Gunnell anunciou na quinta (2) que o ex-atleta estava mais uma vez hospitalizado.

Ali foi dos maiores astros da história do esporte. Confira a seguir a cronologia de sua carreira.

*

17.jan.1942 – Nasce Cassius Marcellus Clay Jr. em Louisville, Kentucky (EUA)

1954 – Aos 12 anos, após ter uma bicicleta roubada, é encorajado por Joe Martin, um policial de sua cidade, a aprender boxe

1959 – Vence o torneio nacional “Luvas de Ouro”, na categoria médio (entre 71 kg e 75 kg), disputado entre estudantes colegiais

1960 – Como médio, vence pela segunda vez o “Luvas de Ouro”. Também conquista o título nacional dos meio-pesados (entre 75 kg e 81 kg) da União Atlética Amadora

5.set.1960 – Nos Jogos Olímpicos de Roma, conquista a medalha de ouro na categoria meio-pesado ao derrotar o polonês Zbigniew Pietrzkowski. De volta aos EUA, joga a medalha no Rio Ohio depois que o dono de uma lanchonete recusa-se a servi-lo

29.out.1960 – Em sua primeira luta como profissional, bate Tunney Hunsaker

1961 – Passa a ser treinado por Angelo Dundee

25.fev.1964 – Invicto em 19 lutas, enfrenta o campeão mundial dos pesos-pesados Sonny Liston, em Miami, e conquista o título. Dois dias depois, anuncia conversão ao islamismo e adota o nome Cassius X Clay. Em 6 de março, muda para Muhammad Ali

25.mai.1965 – Vence revanche contra Liston por nocaute no primeiro assalto

28.abr.1967 – Recusa-se a ir para a Guerra do Vietnã. Alega que “nunca havia sofrido racismo de um vietcongue”. Sua licença de boxeador, seu título e seu passaporte são cassados. Inicia batalha na Justiça e, em 1970, a Suprema Corte revoga a decisão do júri

26.out.1970 – Após três anos afastado dos ringues, derrota Jerry Quarry no terceiro assalto, em Atlanta

8.mar.1971 – No seu primeiro grande desafio desde a volta aos ringues, sofre a primeira derrota, por pontos, para o então campeão da Associação Mundial de Boxe, Joe Frazier, na que ficou conhecida como a “Luta do Século”. Meses depois, bate Jimmy Ellis e sagra-se campeão pela Federação Norte-americana

31.mar.1973 – Perde o cinturão para Ken Norton. Apesar de ter o maxilar quebrado, luta até o 12º assalto, quando Norton é declarado vencedor. Seis meses depois, bate o mesmo adversário e reconquista o título

28.jan.1974 – Bate Joe Frazier, que havia perdido o título para George Foreman, por pontos, no 12º assalto

30.out.1974 – Em luta conhecida como “Ruble in the Jungle”, vence George Foreman, por nocaute no oitavo assalto, e reconquista o cinturão dos pesos-pesados. O combate acontece no Zaire (atual Congo)

1º de outubro de 1975 – Luta mais uma vez contra Joe Frazier, no combate conhecido como “Thrilla in Manila”, realizado nas Filipinas. É o terceiro duelo contra Joe Frazier e Ali vence no 14º assalto

15.fev.1978 – Perde o cinturão ao ser derrotado por Leon Spinks por pontos

15.set.1978 – Bate Leon Spinks e recupera o título, tornando-se o primeiro tricampeão dos pesados. Ali anuncia sua aposentadoria

2.out.1980 – Volta aos ringues, desafiando Larry Holmes. Pela única vez na carreira, é nocauteado

11.dez.1981 – Aos 39 anos, faz sua última luta. É derrotado por Trevor Berbick por pontos

1984 – É diagnosticado com Mal de Parkinson

1990 – Pouco antes da Guerra do Golfo, reúne-se com Saddam Hussein e consegue libertar 14 prisioneiros norte-americanos

19.jul.1996 – Acende a pira dos Jogos Olímpicos de Atlanta

1998 – O então secretário-geral da ONU, Kofi Annan, nomeia Ali como Mensageiro da Paz

19.nov.1999 – No evento realizado em Viena para eleger os atletas do século, é premiado na categoria esportes de combate

7.dez.1999 – Recebe do presidente do Comitê Olímpico da Itália uma cópia da medalha de ouro que conquistou na Olimpíada de 1960, disputada em Roma

Mar.2001 – Ali e Joe Frazier encerram rivalidade histórica. Após participar de jantar com Frazier, Ali, em reportagem do “The New York Times”, pede desculpas ao antigo adversário pelas ofensas do passado. A reconciliação acontece meses antes de as filhas de Ali e Frazier se enfrentarem em luta realizada em Nova York

2005 – Recebe a Medalha da Liberdade, mais alta distinção civil dos Estados Unidos

2.dez.2012 – É nomeado Rei do Boxe Mundial pelo Conselho Mundial de Boxe

27.set.2014 – Numa de suas poucas aparições públicas recentes, participa da cerimônia Muhammad Ali Humanitarian Awards, em Louisville

20.dez.2014 – É internado com suspeita de pneumonia e infecção urinária. Recebe alta 17 dias depois, em 6 de janeiro de 2015

15.jan.2015 – Volta a ser hospitalizado devido à infecção urinária. Recebe alta no dia seguinte

4.jun.2016 – Após nova internação por problemas respiratórios, morre na madrugada de sábado (4).


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *