Últimas

Um ano e meio depois, Justiça Eleitoral aprova contas de Andrés Sanchez

As contas de campanha do deputado federal Andrés Sanchez (PT-SP) foram, enfim, aprovadas pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo).

No início da noite desta quarta-feira (08), o tribunal acolheu a um recurso do ex-presidente corintiano.

O processo que estava em andamento foi aberto em 2014 porque o petista não informou o autor de uma doação de R$ 100 mil à sua campanha, o que comprometeu a análise das contas, rejeitadas inicialmente.

Os juízes chegaram a determinar que ele depositasse o valor para o Tesouro Nacional, procedimento previsto em resolução do Tribunal Superior Eleitoral porque recursos de origem não identificada não podem ser utilizados pelos candidatos, partidos políticos e comitês financeiros.

“Nós apresentamos um recurso, especificando a doação e o parecer técnico reconheceu a legitimidade das contas. Assim, o tribunal aceitou o recurso e não precisamos levar a uma instância superior”, afirmou à Folha o advogado do deputado, Ricardo Vita Porto.

A doação que aparecia sem origem foi feita pelo próprio Partido dos Trabalhadores. O TRE, porém, questionava o doador “originário”, ou seja, quem doou ao PT.

No recurso, Sanchez explicou que foi a empresa UTC Engenharia.

O ex-presidente corintiano foi o deputado federal mais votado do PT nas últimas eleições, conforme era esperado pelas lideranças.

Sua votação, porém, foi de pouco mais de 168 mil votos, bem inferior à esperada pelo partido.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook