Últimas

Unanimidade, Tite tem apoio da imprensa e dos torcedores para recolocar o Brasil no caminho das conquistas

Novo treinador da Seleção Brasileira é apontado por todos como escolha certa e o nome mais indicado para o cargo

Unanimidade. Essa foi a palavra mais usada para descrever a escolha de Tite como novo técnico da Seleção Brasileira.

 

É evidente que o treinador tem o apoio da imprensa e dos torcedores, apoio esse conquistado dentro de campo, com trabalho duro, experiência e títulos, fatores que contribuiram para que ele fosse o mais gabaritado para o cargo.

 


(Foto: Getty Images)

 

Admiração e respeito, foi assim que todos os jornalistas que estiveram presentes na apresentação de Tite olhavam para o novo comandante.

 

Apresentação essa que para Tino Marcos, repórter da Rede Globo, classifica como natural, já que o treinador poderia ter assumido o Brasil antes.

 

” Só não diria que a chegada do Tite foi em boa hora porque demorou tempo demais, ele poderia ter chegado antes porque ele se preparou para isso. Naturalmente é o cara da vez, dificilmente você tem uma unanimidade ou quase unanimidade como ele, e ele conseguiu isso construindo uma história o que torna a chegada dele bem natural.”

 


(Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)

 

Para Tino, a atitude do novo treinador em optar por não comandar a Seleção Olímopica nos jogos do Rio de Janeiro também foi uma boa escolha.

 

” Acho que foi a melhor atitude proque o cara pegar isso aos 42 do segundo tempo para resolver é complicado. Ele não passou esses dois anos fazendo o trabalho, analisando, como o Micale. Apesar do Micale ser novo e está aparecendo agora, mas no contexto foi a melhor medida.

 


(Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

 

Silvio Barsetti, jornalista que cobre a Seleção Brasileira há anos, também vê Tite como a escolha certa mas alerta para a dificuldades que o treinador pode encontrar.

 

“Tite é o melhor técnico em atividade no Brasil, entre os brasileiros é o mais indicado. É unanimidade e pode ter sido o primeiro passo para melhorar um pouco o futebol brasileiro. Mas para ter tranquilidade no trabalho ele vai depender dos resultados. Diferente do Dunga que começou o trabalho no início, Tite vai pegar mais no meio, algo mais difícil, já com dois jogos importantes de cara pelas Eliminatórias e isso pode dificultar. Mas ele é bastante vencedor e vamos torcedor para que consiga manter o controle.”

 


(Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

 

Para Victorino Chermont, repórter do canal Fox Sports, por ter o carinho dos torcedores, Tite pode reaproximar o povo brasileiro da Seleção.

 

” Tite era o principal nome de treinador hoje no Brasil, era o nome que o povo queria e a Seleção precisava de alguém fora o aspecto técnico que tivesse a aprovação da torcida, que a torcida confiasse. Tite tem a confiança e a simpatia do povo, que ele possa fazer a Seleção reencontrar a identidade e o caminho das conquistas. “

 


(Foto: Vanderlei Almeida / Getty Images)

 

Depois da euforia com a chegada do novo treinador fica a curiosidade sobre como Tite vai armar a Seleção. Para Alexandre Lozetti, do Globoesporte.com, podemos esperar um time com a “cara do treinador”.

 

” O Tite tem um cardápio muito grande de opções, acredito que o time vai ser com a cara dele, que se defende super bem, não é exposto, um time equilibrado. Talvez demore um pouco para encantar, não vai produzir jogadas bonitas logo de cara e pegar todo mundo pela beleza, mas vai pegar pela eficiência e modernidade que os outros técnicos não tiveram.”

 


(Foto: Lucas Figueiredo / MoWa Press)

 

Nessa terça-feira, Tite viajou para os Estados Unidos para acompanhar o jogo da Colômbia contra o Chile pela semifinal da Copa América Centenário. O time de José Pekerman é o segundo adversário do Brasil depois dos Jogos Olímpicos, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

 

Com o respeito da imprensa e o carinho dos torcedores, o novo treinador começa a sua caminhada para reaproximar o povo brasileiro da Seleção e reencontrar o caminho das glórias.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook