União entre pré-candidatos da oposição: Bom para enfrentar MB, difícil para governar.

A cada dia que passa a disputa pela prefeitura municipal de Penedo ganha elementos novos fruto das declarações e reuniões realizadas entre os possíveis candidatos ao cargo majoritário.

Não foi diferente na última sexta-feira (10), em que o então pré-candidato Carlos da Educação declarou no programa Realidade, que abriria mão de sua própria candidatura para abraçar um projeto amplo que para que seja concretizado, necessita da união entre Ivana e Dr. Raimundo.

Quem acompanha os bastidores da política penedense reconhece que a união entre Raimundo e Ivana é praticamente impossível. Contudo, os motivos para que haja repulsa entre estes candidatos não é do conhecimento popular.

É possível que Carlos, sabendo deste imbróglio, tenha utilizado este discurso com intuito de promover o seu nome e passar para a população que o projeto para melhoria de Penedo está acima de qualquer candidatura.

Para que a eleição seja bastante disputada, a oposição precisa lançar apenas um nome para concorrer o pleito com MB. É fácil perceber que o atual prefeito só terá sua candidatura balançada com a presença de uma oposição unificada.

Contudo, caso esta união se concretize e os cidadãos elejam esta chapa, a governabilidade estará em riscos. Por um lado, a vaidade política, por outro, as secretarias comprometidas com determinados grupos, fará com que o nome majoritário não governe com autonomia.

Tendo em vista a força dos três pré-candidatos, independente da estratégia que utilizem para montar o chapão, a única certeza que ninguém abrirá mão da sua própria candidatura para ser vice, ou não, almejando pequenas coisas.

Portanto, o cenário político atual norteará todas as discussões do pleito que se aproxima e em breve os penedenses poderão conhecer os candidatos para o cargo majoritário da prefeitura de Penedo.

 

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook