Vasco 1×2 Paraná: trapalhada da defesa decreta a segunda derrota em São Januário

Os Cruzmaltinos foram derrotados pela terceira vez no ano, mas continuam na liderança da Série B

Pelo que parece, o longo período sem derrotas foi uma exceção para o Vasco da Gama. Nesta terça-feira (28), o Gigante da Colina sofreu a sua terceira derrota na Série B – a segunda em São Januário. Contando com uma gigante trapalhada de Aislan e William, o Paraná fez a sua parte e venceu por 2 a 1.

Nenê voltou a balançar as redes, mas os gols de Jorge Henrique (contra) e Murilo Rangel deram os três pontos aos paranistas. O resultado não tira o time de São Januário da ponta da tabela, mas a diferença para o Atlético-GO, vice-líder, voltou a diminuir: 28 a 25. O Paraná, que emplacou a segunda vitória seguida, chegou a 20 pontos e ocupa a nona posição.

O jogo

O torcedor presente a São Januário não demorou a comemorar. Após seis jogos, Nenê voltou a balançar as redes. E justamente com seis minutos! O camisa 10 aproveitou a falha defensiva do Paraná após lateral cobrado por Madson e chutou forte, de primeira.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Classificação da Série B | Saiba quais serão os próximos jogos | Tudo sobre o Vasco


Só que, ao contrário de toda a tranquilidade demonstrada pelos jogadores cruzmaltinos, o jogo começava a ficar complicado. O Paraná se lançava ao ataque, a defesa da equipe carioca mostrava algumas falhas de posicionamento. A pressão deu certo aos 35 minutos, quando, após bola levantada para a área em cobrança de falta, Jorge Henrique subiu… e fez um gol contra.

A presença de Nenê não bastou para o Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco da Gama/Divulgação)

No segundo em tempo o Gigante da Colina voltou a ameaçar mais. Logo no início, após bela jogada de Nenê, Andrezinho acertou a trave. No rebote, Leandrão cabeceou para fora. Especialmente participativo, Nenê voltou a levar perigo em um belo chute de primeira após jogada de Éder Luís.

Só que nos minutos finais, o zagueiro Aislan e o volante William – que haviam entrado no decorrer do encontro – bateram cabeça e a bola sobrou para Robson. O atacante teve muita calma, entrou livre na área e tocou para Murilo Rangel estufar as redes e conquistar uma importante vitória.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook