Últimas

Veja como mudanças surpreendentes e decisivas de Cuca têm criado o 'Porco Doido' do Palmeiras

Em 2013, a equipe do Atltico-MG que foi campe da Libertadores com Cuca no comando recebeu o apelido de “Galo Doido” por causa das reviravoltas frequentes em suas partidas pelo torneio sul-americano. A “loucura” do time sustentava-se na ousadia de seu treinador, que no hesitava em atacar seus adversrios tambm quando estava fora de seus domnios. Esse mpeto tambm esteve na raiz de um dos maiores fracassos do Atltico-MG, a derrota para o modesto Raja Casablanca na semifinal do Mundial.

No Palmeiras, as atuaes e resultados do grupo com Cuca j tm mostrado algumas doses do esprito dos trabalhos anteriores de Cuca. Veja abaixo de que maneira as intervenes do treinador tm surpreendido e tm alterado diretamente os placares das partidas do Palmeiras.

*

No Allianz Parque, a equipe de Cuca tem feito suas melhores exibies. Desde que o tcnico assumiu o comando em abril, foram cinco partidas e cinco vitrias, com 13 gols marcados e nenhum sofrido.

Contra o Fluminense, o Palmeiras fez um primeiro tempo ruim e contou com Fernando Prass para garantir o 0 a 0. No intervalo, Cuca (ento representado por Cuquinha, seu irmo e assistente) promoveu uma srie de mudanas: saram Egdio e Cleiton Xavier e entraram Moiss e Alecsandro. Tch Tch foi passado para a lateral esquerda, Gabriel Jesus assumiu a ponta esquerda, Rger Guedes manteve-se na outra ponta, e Dudu e Moiss encarregaram-se de armar a equipe. O time ento dominou a partida e Vitor Hugo e Alecsandro fizeram os gols da vitria por 2 a 0.

Ronny Santos/Folhapress
Alecsandro comemora gol sobre o Fluminense
Alecsandro comemora gol sobre o Fluminense

Contra o Grmio, Cuca surpreendeu na escalao inicial ao colocar apenas um zagueiro de ofcio no time, Vitor Hugo, com Thiago Santos jogando mais frente, revezando as funes de zagueiro e volante. A ideia, segundo o tcnico, era “povoar o meio de campo” diante do “quadrado” (Maicon, Giuliano, Luan e Everton) de ataque do adversrio.

Aps empate por 1 a 1 no primeiro tempo, Cuca tirou Alecsandro e colocou Rger Guedes, autor do tento da igualdade por 2 a 2. Guedes deu velocidade equipe, que deixou o 4-1-4-1 de boa parte do primeiro tempo para assumir o 4-4-2, com Jesus frente e Dudu, autor de trs assistncias no jogo, na armao de jogadas (na partida anterior, na derrota por 1 a 0 para o So Paulo, tcnico e jogador trocaram farpas aps atuao ruim de Dudu, ento escalado no centro)

A virada veio pelo alto, com Vitor Hugo, e o gol da vitria por 4 a 3 saiu da cabea de Thiago Santos.

Ronny Santos/Folhapress
R
Rger Guedes comemora seu gol sobre o Grmio

Em Braslia, contra o Flamengo, o Palmeiras fez um primeiro tempo superior, mas saiu com o empate por 1 a 1. No segundo tempo, a equipe do Rio voltou melhor e ameaavam o gol de Fernando Prass. Nesse cenrio, Cuca colocou Luan no lugar do volante Matheus Sales. O atacante, conhecido mais por suas qualidades de marcao, no jogava h um ano e quatro meses devido a uma leso no tendo de Aquiles. Ele entrou e conteve os mpetos ofensivos do lateral direito Rodinei, do Flamengo. Assim, o time alviverde assumiu o controle do meio de campo com Tch Tch e Moiss como volantes de sada de bola. De pnalti, Jean garantiu a vitria por 2 a 1.

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgao
Jean vibra com o gol da vit
Jean vibra com o gol da vitria sobre o Flamengo

No clssico, mais uma vez o treinador promoveu alteraes nos 11 titulares. Com a suspenso de Vitor Hugo, ele escalou Edu Dracena, que no atuava h dois meses, e Thiago Santos, com maior poder de marcao que o de Mateus Salles, foi incumbido de dar mais proteo zaga.

Aps um primeiro tempo mediano, Cuca colocou Cleiton Xavier no lugar de Rger Guedes, buscando ter mais posse de bola no meio de campo. Com isso, Moiss passou a jogar mais recuado, frente de Thiago Santos e atrs de Dudu e Xavier. Aos dois minutos da segunda etapa, Dudu passou para Moiss, que finalizou. Walter espalmou e a bola sobrou para Xavier anotar o nico gol da partida.

No segundo tempo, em mais uma alterao ttica surpreendente, Cuca colocou Tch Tch como atacante pela direita, pressionando o Corinthians desde a sada de bola.

Eduardo Knapp/Folhapress
Cleiton Xavier (centro) comemora com Tch
Cleiton Xavier (centro) comemora com Tch Tch (dir.) o seu gol de cabea contra o Corinthians

Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook