Últimas

Vitoria Guarizo, transexual de 18 anos, participa do 'Criança Esperança'

Flávio Canto (Foto: Reprodução Instagram)Flávio Canto com seu time do Click Esperança: da esquerda para a direita, Julia Saraiva, Vitoria Guarizo e João Pedro Eboli (Foto: Reprodução Instagram)

Vitória Guarizo, a jovem transexual de 18 anos que ficou famosa ao relatar em vídeo a sua transformação em mulher, está participando do Criança Esperança. A youtuber maranhense e mais dois jovens enviaram um vídeo para o projeto Click Esperança no qual diziam o que fariam para mudar o mundo. Uma vez selecionada, Vitória participou de uma audição com Flávio Canto, Dira Paes, Lázaro Ramos e Leandra Leal. A partir daí, ao lado de Julia Saraiva, 16, e João Pedro Eboli, 15 – também aprovados pelo grupo de atores -, passou a integrar o time de Flávio Canto. O trio da equipe do judoca participará de uma disputa em um reality show do Fantástico que vai ar no domingo, 5. Dira, Lázaro e Leandra também têm cada um seu time, formado por jovens com ideias transformadoras.

Vitoria Guarizo, Julia Saraiva e João Pedro Eboli (Foto: Arquivo pessoal)Vitoria Guarizo, Julia Saraiva e João Pedro Eboli
(Foto: Arquivo pessoal)

Na semana passada, o time de Flávio esteve na Shotokan Academia, em Cuiabá. A Shotokan é uma academia de karatê de referência mundial, que promove a integração social e reduz índices de violência e indisciplina.  Em 2014 a instituição recebeu o apoio do Criança Esperança, que lhe valeu o selo da Unesco e da Rede Globo. O time de Canto quer votos para a instituição continuar tendo apoio para tocar o projeto social.

Flávio ficou encantando com a academia. “Estive lá em Cuiabá na sede da ONG de karatê que já realiza esse trabalho há 37 anos. Me senti no Japão, foi espetacular a experiência e ainda tivemos uma aula com eles. Eles têm um método parecido com o Reação (instituto criado por Flávio em 2003), mas em outra modalidade, que vai também da base até o alto rendimento. Eles treinam a mente, o espírito e a técnica aliados aos preceitos da disciplina, da não-violência, da coragem e da solidariedade. Formam faixas pretas dentro e fora do tatame”, elogia o judoca.

Lutas diferenciadas
Os três adolescentes do time de Canto são ligados a causas sociais. Julia Saraiva integra no Rio o projeto O Roube Sorrisos – um grupo de 170 participantes que visitam instituições de caridade a cada três meses.”Visitamos orfanatos, asilos, hospitais, etc. A cada evento, dividimos o grupo em times para arrecadar fundos para as principais necessidades do local. Essa arrecadação é feita através de rifas, shows, eventos beneficentes, etc. Hoje o grupo ja tem um ano e dois meses e vem crescendo mais a cada dia, conquistando vários patrocínios e cada vez mais participantes.”, explicou ela.

Vitória Guarizo, por sua vez, luta pela causa dos transexuais. “Quero que as transexuais lutem por aquilo que almejam. Que elas principalmente acreditem em si mesmas, pois podem chegar onde quiserem! Se eu tivesse o poder de mudar o mundo, espalharia paz e amor, isso é algo que está em falta hoje em dia. A mudança não virá de alguém de Brasilia, nem do vizinho. A mudança tem que começar primeiramente por nós mesmos”, afirma ela.

Já o gaúcho João Pedro Eboli é ligado à causa ambiental. “Moro em Porto Alegre e sou ativista pelas ONGs The Climate Reality Project e SOS Mata Atlântica. Realizo projetos de trabalho voluntário em creches públicas, asilos precários e no Instituto do Câncer Infantil, onde participo da área pedagógica, lendo livros para as crianças e as ensinando língua inglesa etc. Na questão do ambientalismo, realizo campanhas de social awareness (conscientização social) por meio da internet e por palestras em empresas e escolas públicas estaduais lá do Rio Grande do Sul.”

Flávio Canto e Vitória Guarizo (Foto: Arquivo pessoal)Flávio Canto e Vitória Guarizo
(Foto: Arquivo pessoal)

O ‘chefe’  da turma, Flávio Canto, só tem o que comemorar com seus ‘meninos’. “O time é superunido. Os três representam, cada um, uma característica mais marcante de engajamento, mas todas elas complementares. O João Pedro é superinteligente, estuda vários idiomas e é mais ligado em causas ambientais; a Julia é pureza total, usando o amor ao próximo como combustível para mudar mundos; e a Vitória levanta a bandeira do direito de sermos o que nosso coração é, e não o que vem na nossa certidão de nascimento”, elogia.

Para Flávio, aliás, Vitória é uma inspiração: “A Vitória é extremamente corajosa. Entende como missão a importância de ser exemplo pra todos que têm dificuldade de se tornarem o que genuinamente querem ser. Nossa sexualidade é definida pelo coração e não pela certidão de nascimento. É uma inspiração pra todos que se sentem culpados ou diferentes por não abraçarem sua natureza.”

Julia Saraiva, Vitoria Guarizo e João Pedro Eboli (Foto: Arquivo pessoal)Julia Saraiva, Vitoria Guarizo e João Pedro Eboli (Foto: Arquivo pessoal)

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *