Últimas

AFA não descarta que Sampaoli treine Argentina e Sevilla

Ele recebeu um telefonema de um consultor. Ele ainda não confirmou reunião. A capacidade de direcionar ambos os conjuntos, ao mesmo tempo depende do que você pretende

A novela envolvendo a definição do próximo treinador da Argentina continua. Armando Perez, presidente da junta de regularização da Associação do Futebol Argentino (AFA), disse que iria se encontrar com uma série de treinadores e assim está fazendo.

Edgardo Bauza e Miguel Angel Russo e passaram foram cogitados e levados à Argentina para reuniões  Além deles, Diego Simeone, Jorge Sampaoli, Marcelo Bielsa e Mauricio Pochettino também são visto como candidatos ao cargo. E Depois das primeiras conversas telefónicas, o ex-técnico do Chile lidera as probabilidades.

 Getty Images

Simeone e Pochettino se descartaram. Berizzo, ao receber uma chamada, sugeriu que as conversas deveriam ser com a direção do Celta. Com Bielsa é tudo mais complicado: “Nós estamos vendo como podemos encontrar Bielsa. Estamos tentando confirmar isso, porque é uma questão de tempo”. Sampaoli cresce. 

O ex-treinador do Chile tem contrato com o Sevilla e uma multa rescisória de 8,1 milhões de euros, pelo menos até junho de 2017. Desta forma, restam duas opções: alguém pagar ou dirigir as duas equipes ao mesmo tempo, como já fizeram Guillermo Stabile com Argentina e Racing. 

Perez disse em uma rádio que é uma possibilidade. Do lado do treinador, nao há planos, até mesmo porque ainda não houve uma reunião entre a AFA e o treinador. Se der certo, eles precisam deixar bem definido como será a forma de trabalho, um sistema para procurar constantemente jogadores da Argentina, e permanecer no Sevilla até junho de 2017, estando com a Seleção em nas Eliminatórios e em outros jogos.

 CRISTINA QUICLER AFP | Getty

O ex-treinador do Chile tem o aval de Perez e de outros membros da AFA, que parece estar disposta a pensar fora dos mecanismos legais para tirar ele do Sevilla. Mas o seu maior trunfo é a sua relação com Messi e o respeito que Javier Mascherano tem por ele.

Mas o telefone, por agora, não voltou a tocar e o grande rumor de que ia ser o treinador saiu da AFA e não dele. Enquanto isso a novela segue, tal como Perez antecipou, que seguirá tendo reuniões. Duplo comando ou não, não há motivos para se assustar. 


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Os técnicos que caíram | Os gols da 16ª rodada | Totti critica Higuain na Juventus



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook