Últimas

Após deixar a seleção da Espanha, Del Bosque alfineta Iker Casillas

O treinador diz que o goleiro não gostou de ficar na reserva, mas defende que a decisão foi a melhor a ser tomada

Na última quinta-feira (30), Vicente Del Bosque deixou o comando da Espanha depois de oitos anos na seleção. A saída do treinador já era esperada para depois da Eurocopa e se tornou ainda mais necessária após a eliminação nas oitavas de final do torneio, diante da Itália. Mas Del Bosque não saiu sem fazer barulho e fez inúmeras críticas a Iker Casillas, que por anos foi capitão da equipe, mas foi colocado na reserva nos últimos meses.  


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
“Del Bosque me surpreendeu” | Del Bosque dá adeus à Espanha | Neuer é melhor que Buffon?


“Não tenho a menor dúvida de que Casillas está doído comigo e eu entendo. Tenho certeza de que ele está aborrecido comigo porque pensa que trabalhamos mal. Nós fizemos o que devia ter sido feito”, disse o treinador à Cadena SER. “Nós falamos a Casillas que quem ia jogar era David De Gea. Nós fizemos o que era para fazer”, acrescentou.  

“Tive um minuto de conversa com ele e lhe disse que não ia justificar nada. Como eu vou justificar o porquê de não estar jogando? Teria que falar como se tivesse falando do meu filho. Foi errado? Talvez. Mas quando você é treinador precisa lidar com esse tipo de situação”, finalizou Del Bosque. 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook