Últimas

Artigo: Karen Oliveira no Museu do Índio em Botafogo por Fernando Moura Peixoto

Karen, a "menina-menino", e Fernando, o "velho-menino", foram a uma Loja Artíndia do Museu do Índio – localiza na Rua das Palmeiras, número 55, em Botafogo – a fim de renovar os votos de fidelidade pelos quase cinco meses de convivência, adquirindo novos anéis de coco (coisa de índio, veado ou sapatão, muito em voga entre os jovens aqui no Rio de Janeiro).

 

Mesmo trabalhando como ajudante de cozinha em restaurante recém-inaugurado na zona sul carioca, Karen Oliveira, de 24 anos, órfã, negra e homossexual, continua com futuro incerto na vida – mas nunca se divertiu tanto.

 

O Museu do Índio, órgão científico-cultural da Fundação Nacional do Índio, foi criado em 1953 pelo antropólogo e escritor Darcy Ribeiro (1922 – 1997). Única instituição oficial dedicada exclusivamente às culturas indígenas no Brasil, ele pode ser visitado de terça a sexta-feira, das 9 às 17h30, e aos sábado, domingos e feriados, das 13 às 17 horas.

 

A atual sede (1978) do museu é um sobrado antigo da aristocracia brasileira de fins do século 19, tombado pelo IPHAN, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Mais informações pelo telefone (21) 3214-8700 (ou no site oficial www.museudoindio.gov.br).

 

Texto e imagem: Fernando Moura Peixoto (ABI 0952-C)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook