Últimas

Bolt espera mostrar bom desempenho em Londres para assegurar vaga na Rio-2016

Usain Bolt confirmou, em seu Facebook, ter sofrido um estiramento de grau 1 na parte posterior da coxa esquerda durante a seletiva jamaicana para a Olimpada. Na noite da sexta-feira (1), o bicampeo olmpico abandonou a final dos 100 m da eliminatria.

A estrela do atletismo espera confirmar a vaga nos jogos do Rio mostrando boa condio fsica na London Anniversary Games, evento que comemora o aniversrio da Olimpada de Londres, no dia 22 deste ms.

“Vou buscar tratamento imediatamente e espero mostrar condio fsica no London Anniversary Games para ser selecionado para os Jogos do Rio.”

Tambm no Facebook, ele publicou fotos em sesso de fisioterapia.

Na semifinal, Bolt fez o tempo de 10s04, que j melhor do que o ndice mnimo exigido para a disputa dos Jogos (10s16).

“Aps sentir um desconforto na minha coxa depois da primeira prova na ltima noite (quinta-feira) e tambm esta noite na semifinal, eu fui examinado pelo mdico chefe do Campeonato Nacional e diagnosticado com um estiramento de grau 1. Submeti um atestado mdico para ser liberado da final dos 100m e do restante do Campeonato Nacional”, o jamaicano publicou na noite de sexta-feira (1).

Yohan Blake venceu a seletiva com a marca de 9s95.

VAGA

A sada de Bolt sem disputar a final da seletiva no significa que ele perderia a Rio-2016, onde ele deve defender os ttulos nos 100m e nos 200m.

Ao contrrio dos Estados Unidos, onde os trs primeiros colocados da seletiva ganham vaga para a Olimpada, a poltica de seleo jamaicana admite excees mdicas.

O tcnico de Bolt, Glen Mills, afirmou que desde a noite de quinta-feira Bolt era preparado para disputar bem a semifinal e a final de sexta.

“O fisioterapeuta fez um bom trabalho nele, mas, poucas horas antes da corrida, ele sentiu de novo”, disse o treinador.

“Leses na coxa so sempre srias. O fato de ele no ter conseguido correr mostra que srio, mas ns vamos ver o que acontece at a Olimpada.”


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook