China in Goal: Conheça chinês que estreou aos 14 anos e faz mais sucesso que Jackson Martínez, Jô e Alex Teixeira na CSL

Aos 24 anos, o atacante Wu Lei briga pela artilharia da Liga Chinesa e se destaca por feitos históricos na Seleção de seu país

Wu Lei está à frente de seu tempo. Chinês que mais marcou gols pela Chinese Super League (CSL) nas últimas três temporadas, o atacante caminha a passos largos para alcançar o prêmio novamente em 2016, com nove gols em 20 rodadas disputadas. Ele ainda é o melhor garçom do torneio, com nove assistências. Os feitos recentes, contudo, são apenas um retrato do início precoce de sua carreira.

A trajetória profissional do principal futebolista local se iniciou em 2006, com as cores do Shanghai SIPG, time que defende há dez temporadas. À época, o jogador tinha apenas 14 anos e 287 dias. Ele é o atleta mais jovem da história a estrear pela Liga Chinesa. A chegada à equipe ocorreu após passagem pela Genbao Football Academy, centro responsável por captar jovens talentos.

O primeiro gol profissional de Wu Lei ocorreu em 30 de agosto, em vitória do Shanghai, por 2 a 0, sobre o Qingdao Hailifeng. O duelo era válido pela segunda divisão da Super Liga Chinesa. Com o feito, ele se tornou o segundo jogador mais jovem a balançar a rede. Na ocasião, ele tinha 16 anos e 289 dias, 47 dias a mais que Cão Yunding, seu colega de equipe.

O sucesso do chinês em seu país é tão grande que ele está atrás somente de três atletas na lista de goleadores da Chinese Super League. Demba Ba, do Shanghai Shenhua, fez 14 gols, Ricardo Goulart, do Guangzhou Evergrande, marcou 12 e James Chamanga, do Liaoning FC, estufou as redes adversárias 10 vezes. O curioso é que o jogador de 24 anos supera nomes como Elkeson, Marcelo Moreno, Walter Montillo, Jô, Alex Teixeira e Jackson Martínez.


Valor de mercado informado pelo site Transfermarkt

Não é só na Chinese Super League que Wu Lei se destaca. O atacante foi preponderante para um feito histórico da seleção de seu país. Em 29 de março de 2016, ele fez o gol que classificou a equipe para terceira fase das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, contra o Qatar na vitória por 2 a 0. Feito esse que não ocorria há 15 anos.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook