Últimas

Cinco Estrelas: Afastar-se do Z-4 e foco na Copa do Brasil são as prioridades celestes

“Com 17 pontos de desvantagem para o líder e 11 para o G-4, dificilmente o Cruzeiro conquistaria algo via Brasileiro, ainda que muito campeonato ainda esteja em disputa”.



GOAL Por João Henrique Castro


Nesta semana o Cruzeiro despachou o Vitória na Copa do Brasil e se classificou às oitavas-de-final da competição. 

O avanço celeste no torneio tem ao menos três significados: A Raposa está fora da Copa Sul-Americana e a Copa do Brasil passa a ser a principal esperança de título e mesmo de uma classificação à Libertadores nesta temporada.

Com 17 pontos de desvantagem para o líder Palmeiras e 11 para o G-4, dificilmente o Cruzeiro conquistaria algo via Brasileirão, ainda que muito campeonato ainda esteja em disputa. A realidade atual, aliás, é a briga para se afastar da zona de rebaixamento.

Os investimentos feitos na janela do meio do ano e os reforços que virão do Departamento Médico, porém, têm qualidade suficiente para tirar o time cinco estrelas desta situação incômoda com alguma facilidade. E aí, não terá jeito, a prioridade passará a ser a Copa do Brasil.

O adversário das oitavas de final ainda é incerto, mas a Raposa será, ao lado dos clubes que disputaram a Libertadores no primeiro semestre e, provavelmente, Santos e Fluminense, cabeça de chave no sorteio. E alguns confrontos parecem bastante acessíveis.

Os possíveis rivais celestes serão: Botafogo (PB), Vasco, Paysandu ou Juventude, Chapecoense ou Atlético-PR, Fortaleza ou América (MG), Ponte Preta ou Figueirense, Botafogo (RJ) ou Bragantino, Gama ou Ypiranga (RS). Os dois últimos, aliás, são justamente os rivais de Santos e Fluminense. Caso um deles se classifique, o Vasco vira cabeça de chave. Caso as duas zebras se confirmem, o último cabeça de chave seria ou o Atlético-PR, o Botafogo (RJ), o Figueirense ou a Ponte Preta.

(Fotos: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

Certo é que, no momento atual, o Cruzeiro pode ter pela frente na Copa do Brasil quatorze combinações diferentes nas oitavas-de-final. Destas, apenas seis disputam a primeira divisão e apenas duas estão entre os dez primeiros do Brasileirão.

Falta muito ainda para o próximo confronto pelo mata-mata, já que as oitavas estão previstas para ter início no dia 10 de Agosto. Quatro rodadas acontecem antes pelo Brasileirão. Sport no Mineirão, Santos na Vila Belmiro, Internacional no Independência e Corinthians no Pacaembu.

Jogos duros, mas que o Cruzeiro terá que superar para, enfim, respirar um pouco mais aliviado. E ir com tudo na disputa pelo penta da Copa do Brasil.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook