COB gasta R$ 850 mil para acomodar familiares em transatlântico e hotéis

O COB (Comit Olmpico do Brasil) reservou quartos em um navio transatlntico e em hotis do Rio para hospedar familiares de atletas que considera candidatos ao pdio nos Jogos Olmpicos, que comearo no dia 5 de agosto.

Ser gasto R$ 850 mil com a operao da acomodao. A embarcao, que ficar atracada no porto do Rio, chama-se Norwegian Cruise Line Getaway, e de altssimo padro.

H 41 quartos reservados para familiares de 45 atletas do pas – exceo daqueles naturais da cidade–, todos com penso completa. O transatlntico est entre os locais de acomodao oferecidos pelo comit organizador dos Jogos.

“Foi feita uma solicitao de quartos ao comit organizador, que designou os quartos no navio para o COB. Os valores esto dentro da tabela que equalizou os preos de todos os hotis oferecidos pelo Rio-2016”, diz o COB.

A entidade assumiu o custo por entender que encontrar acomodao e ingressos poderia representar uma distrao indesejada aos competidores em meio reta final de preparao para o evento.

Tambm porque estipulou a meta de a delegao nacional, o chamado Time Brasil, ficar entre os dez primeiros colocados no quadro de medalhas, pelo nmero total de pdios –com estimativa de at 30 lureas.

Seriam 13 a mais do que o nmero conquistado nos Jogos de Londres, em 2012 (17).

A origem dos recursos do COB praticamente toda pblica. O comit recebe verba da Lei Piva, que garante ao esporte porcentagem advinda de loterias federais, e da Lei de Incentivo ao Esporte. Ele tambm tem diversos patrocinadores privados.

O diretor-executivo de esportes do comit, Marcus Vinicius Freire, afirmou Folha que o tratamento diferenciado, destinado apenas elite da equipe brasileira, est inserido em uma ao para potencializar o chamado “fator casa”.

Para que um atleta tenha direito a acomodar seus familiares, preciso ser medalhista olmpico. No caso de competidores individuais, ser medalhista em Mundiais basta.

“Estar no Brasil uma vantagem, mas pode ser o contrrio. Queremos que os atletas tenham o mnimo de preocupao”, disse o dirigente, ele mesmo medalhista olmpico no vlei em Los Angeles-1984.

Freire citou seu exemplo para explicar. “O que mais acontece em Jogos Olmpicos familiar pedindo informao e ingresso. Vamos impedir isso.”

Eduardo Knapp – 26.mar.2015/Folhapress
Sao Paulo, , Brasil, 26-03-2015 11h40:Marcus Vinicius Freire, diretor executivo do COB (Comite Olimpico Brasileiro) da palestra na FOLHA de S.Paulo sobre os jogos olimpicos do RIO 2016 (Foto Eduardo Knapp/Folhapress.ESPORTES)
O diretor-executivo do COB, Marcus Vinicius Freire, durante entrevista em Toronto

O navio ficar ancorado provavelmente no Porto do Rio, que foi renovado recentemente. Haver rodzio de famlias: a de um atleta que compete na primeira semana dar lugar a outra na segunda, por exemplo, de acordo com o calendrio de competies.

O comit Rio-2016 e outras entidades envolvidas na organizao do evento alugaram acomodaes em transatlnticos para receber turistas e delegaes, antecipando o que poderia ser uma eventual escassez de leitos em hotis.

A badalada seleo norte-americana masculina de basquete, por exemplo, ficar alojada em uma embarcao. O mesmo expediente foi usado nos Jogos de Atenas, em 2004, quando cruzeiros tambm ficaram na costa da cidade para servir de acomodao.

Freire no quis dizer especificamente quais atletas tiveram familiares convidados para o transatlntico ou hotis.

Porm, a Folha apurou que parentes do ginasta Arthur Zanetti, campeo olmpico na prova de argolas nos Jogos de Londres, foram contatados.

Zanetti cotado para repetir o pdio agora no Rio. Neste ciclo olmpico, ele obteve uma medalha de ouro e outra de prata em Mundiais e foi campeo no Pan de Toronto, em julho do ano passado.

O COB vai impor, durante os Jogos do Rio, uma poltica mais restritiva no que tange ao contato entre atletas e familiares. Sero permitidas poucas visitas Vila dos Atletas, e dois espaos, um no Riocentro e outro no shopping Via Parque, concentrao os encontros.

DISNEY

A ateno com os familiares dos atletas –para eles no levarem problemas aos competidores, na verdade– uma das preocupaes do COB desde Londres-2012.

Para a Olimpada do Rio, sabendo que o assdio e a proximidade aos esportistas seriam ainda maiores, o comit tomou atitudes mais drsticas, como restringir ao mximo o acesso de parentes Vila dos Atletas. Em compensao, o COB est ajudando esses amigos e familiares com orientao em relao a transporte, hospedagem e ingressos.

“A Vila dos Atletas a gente entende que o espao de descanso e preparao. nosso conceito”, afirmou a gerente de planejamento esportivo do COB, a ex-jogadora de vlei de praia Adriana Behar.

Cada atleta classificado aos Jogos est sugerindo uma lista de quatro nomes e estes indicados sero os contemplados pelos ingressos que o COB vai comprar (dois para cada sesso, com exceo da natao, que ter apenas um, devido alta demanda).

“Vamos ajudar e facilitar a vida deles. A gente orienta, tenta entender a dificuldade. Do deslocamento at o acesso aos bilhetes, para que isso saia da zona de preocupao dos atletas”, explicou Adriana.

“A Vila a Disneylndia. Temos que fazer com que eles possam aproveitar tudo, mas sem perder o foco na competio ou ter outras preocupaes”, disse a gerente do COB.

Brasileiros na Rio-2016

ENCONTROS

Para isolar os atletas sem criar saia-justa com familiares deles, o COB vai montar dois espaos prximos Vila dos Atletas: um no shopping Via Parque e outro no Riocentro.

Neles, os competidores podero ter contato com os parentes, ainda que sob os olhos do comit. A entrada de quaisquer familiares na Vila dos Atletas ser muito restrita.

A rea no Riocentro, que est sendo chamada pelo COB de “Famlia e Amigos”, ser usada para que haja encontros e distribuio de ingresso –as famlias ganharam entradas.

Ela ser fechada imprensa e a curiosos e funcionar de 10h s 20h a partir da abertura da Vila dos Atletas, no prximo dia 24. Somente uma rua separa o Riocentro da vila.

No shopping Via Parque, o funcionamento ser diferente, das 20h s 2h. O espao vai ser mais voltado para confraternizaes. Medalhistas e no medalhistas daro entrevistas coletivas e haver ativaes com patrocinadores do comit.

No dia da cerimnia de abertura, em 5 de agosto, por exemplo, o COB vai promover uma recepo no local a familiares de atletas que no obtiverem ingressos para acompanh-la dentro do Maracan.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook