Últimas

Comando do Corpo de Bombeiros quer prender soldado por ensaio sensual

A soldado Lilian Vilas Boas, de 32 anos, pode ser detida por oito dias por ter feito um ensaio fotográfico em fevereiro passado, no qual, em uma das fotos, deixa aparecer parte do seio. Isso contrariou o comando do 7.º Grupamento do Corpo de Bombeiros, no Paraná, que determinou que a soldado fosse detida por ter “exposto sua intimidade” no projeto fotográfico.

As fotos fazem parte de um projeto do fotógrafo Arnaldo Belotto que tem o “objetivo de valorizar a mulher”, segundo ele afirmou à imprensa local. Lilian foi enquadrada no Regulamento de Ética da Polícia Militar (PM), no Regime Disciplinar do Exército (RDE) e no Código da PM.

Segundo Belotto, logo após as fotos ficarem prontas, elas foram reproduzidas do site e espalhadas por um grupo de segurança dos Jogos Olímpicos.

A Polícia Militar se manifestou, por meio de nota, sobre o caso e afirmou que o Grupamento deverá tomar as medidas, uma vez que Lilian está lotada naquele local.

“O exercício do poder disciplinar da origem e da solução final do procedimento em relação à bombeira citada se deu no âmbito do 7º Grupamento do Bombeiro, por isso o Comando do Corpo de Bombeiros e o Comando Geral da Polícia Militar do Paraná, se instados em grau de recurso farão a reavaliação sob todas as óticas, seja dos fundamentos da punição ou em relação às suas circunstâncias e dosimetria da pena. Tanto o Comando do Corpo de Bombeiros quanto o Comando Geral da Polícia Militar do Paraná não podem emitir juízo de valor prévio, pois em algum momento podem ser provocados em grau de recurso”, informou.

Lilian não foi localizada, mas deve entrar com recurso contra a decisão militar. Ela ainda terá de responder a processo disciplinar.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook