Corinthians vence o 4º jogo seguido no Brasileiro e alcança Palmeiras no topo

O Corinthians manteve neste sábado (9) a sua recente tradição de vencer na Arena Condá. Assim como em 2014 e 2015, o time paulista derrotou a Chapecoense em Chapecó, desta vez por 2 a 0, com gols de Rodriguinho e Marquinhos Gabriel.

O resultado, quarto triunfo seguido do Corinthians no Campeonato Brasileiro, fez o clube alvinegro alcançar o Palmeiras na liderança da competição, ambos com 28 pontos.

A equipe alviverde, no entanto, tem melhor saldo de gols (16 a 14) e ainda vai jogar na 14ª rodada, contra o Santos, no Allianz Parque, na terça-feira (12).

O JOGO

Nenhuma das duas equipes conseguiu se impor no primeiro tempo. Era raro alguém ter espaço para jogar e, quando isso acontecia, um erro de passe colocava tudo a perder.

A partida era feia, difícil de assistir. E as oportunidades de gol não surgiam. A principal chance da Chapecoense foi um chute de Ananias, dentro da área, que Cássio defendeu. Do lado do Corinthians, o que se viu de melhor foi um chute de fora da área de Luciano que Marcelo Boeck rebateu sem grande dificuldade.

O panorama mudou depois do intervalo porque o Corinthians decidiu ser mais agressivo. Do jeito que estava, o 0 a 0 seria inevitável.

Logo no começo, Balbuena marcou de cabeça, aproveitando cruzamento de Uendel, mas o gol foi anulado. E muito mal anulado. Quem estava em posição de impedimento era Luciano, que não participou da jogada.

O erro de arbitragem não abateu o Corinthians, que buscava o gol à base de trocas de passes. E chegou lá aos 14 min, quando Rodriguinho recebeu de Giovanni Augusto e, da entrada da área, mandou um chute bem colocado, fora do alcance de Boeck.

Nos 30 minutos finais de jogo, prevaleceu a defesa corintiana, que se saiu bem mesmo tendo perdido o zagueiro Pedro Henrique no primeiro tempo, por causa de uma lesão muscular –Yago entrou em seu lugar.

O único susto dos alvinegros ocorreu no lance em que Kempes desviou de cabeça um cruzamento da esquerda e Willian Thiego, livre, mandou a bola para fora.

Nos acréscimos, aos 46 min, com a Chapecoense já muito desorganizada, Marquinhos Gabriel anotou o segundo do Corinthians ao receber um passe longo de Fagner. Foi o golpe de misericórdia nos donos da casa.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook