Últimas

Cristóvão comemora: ‘Jogando num nível assim, sabemos que vamos brigar na frente’

Treinador do Corinthians disse que goleada sobre o Flamengo dará maior confiança ao time

O técnico Cristóvão Borges enalteceu o grande segundo tempo que o Corinthians fez na goleada por 4 a 0 sobre o Flamengo, neste domingo (3), na Arena do Timão, pela 13º rodada do Campeonato Brasileiro. Segundo ele, as mudanças feitas no intervalo determinaram o resultado do duelo.

“O jogo foi muito difícil. Da estratégia que tínhamos, tivemos dificuldades para executar bem. Não achamos a distância da marcação, o Willian Arão teve espaço para criar, ele fazia superioridade numérica, não conseguíamos encaixar. No intervalo conversamos, eles entenderam bem, acertamos a marcação, tiramos esse espaço. Era o desejo desde o primeiro tempo. Neutralizamos, fomos superiores, por isso conseguimos ganhar”, analisou o comandante, que acredita que o triunfo da forma como veio trará mais confiança aos jogadores.

“É necessário que as coisas caminhem bem, ajuda bastante. Porque precisa de afirmação, confiança. A vitória de hoje é significativa porque é um concorrente ao título e um grande adversário, um clássico do futebol brasileiro. Confirma muita coisa. É muito importante neste momento. Vamos seguir dessa forma, agora com mais confiança”, acrescentou.

“No Corinthians temos de confirmar todo dia. Hoje foi o Flamengo. Mas tem de continuar confirmando. Se não confirmar, começam a questionar. Nós nos preparamos para o melhor. O time tem potencial, é talentoso. Queremos que chegue no máximo disso. Jogando num nível assim, sabemos que vamos brigar na frente. A estrada é longa”, concluiu.

Com o resultado, o Corinthians chegou aos mesmos 25 pontos do Palmeiras, mas segue na vice-liderança por conta do saldo de gols. O rival do Timão ainda joga na rodada, nesta segunda-feira (4), contra o Sport, na Ilha do Retiro.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Romero ofusca Guerrero | Timão 4 x 0 Mengão | A classificação do Braisleirão



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook