Últimas

Dependente dos meias, Corinthians mostra fragilidade do seu 'poder de fogo'

Timão sente falta de ‘goleador’ no elenco, e sobrecarrega jogadores de criação

Desde a temporada passada, o Corinthians não tem encontrado facilidades quando se trata de atacantes. Na campanha do hexa do Campeonato Brasileiro, Vagner Love demorou para embalar uma sequência de gols e cair nas graças da torcida, e neste ano, as coisas não estão muito diferentes.

Apesar do Timão contar com um número até razoável de atacantes no seu elenco, nenhum deles conseguiu convencer e ser tornar incontestável. André, Luciano, Lucca e Romero oscilaram boas e más atuações, enquanto Rildo passou a maior parte do tempo se recuperando de uma lesão, e Alexandre Pato, acabou de chegar.


Corinthians 2015 x 2016:


Em 2015, a situação era semelhante, mas Tite – e o time corintiano – encontraram nos gols de Jadson uma solução temporária. Na reta final, Love recuperou a artilharia da equipe no Brasileirão, ficando com 14 gols no total, um a mais do que o meia.

Nesta temporada, Romero, Marquinhos Gabriel e Bruno Henrique são os artilheiros do Corinthians na competição com quatro gols cada, mas dos três, apenas um atua no ataque. O volante tem conseguido gols importantes como elemento surpresa na àrea, e o meia é um dos destaques da equipe alvinegra, enquanto o paraguaio, é um dos atacantes que vem atuando nos últimos jogos.

Apesar disso, uma coisa que tem ficado claro no decorrer do Brasileirão é que o Timão está cada vez mais dependente do desempenho dos seus jogadores de criação. Além de ficar responsável pela armação das jogadas, eles estão ficando sobrecarregados com a função de balançar as redes em alguns jogos.

 Friedemann Vogel/Getty Images

No jogo contra o São Paulo, por exemplo, o único gol alvinegro foi feito po Bruno Henrique, e mesmo que o goleiro Denis tenha contribuído para a falta de efetividade do ataque do Timão, os meias do Corinthians – Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto – não estavam ‘em um bom dia’, e com isso, o time não foi bem.

O Majestoso mostrou a fragilidade do Corinthians no setor ofensivo. Dependente dos meias, o Timão não tem nenhum jogador no ataque muito acima da média, que pode mudar o rumo do jogo e definir mesmo que os armadores não estejam tão inspirados.

Apesar dos problemas com o seu poder ofensivo, o Corinthians está fazendo uma boa campanha no Brasileirão. Na vice-liderança com 29 pontos – três a menos que o líder Palmeiras – o Timão  é um dos principais concorrentes ao titulo da competição, e pode ate ser considerado favorito quando o seu ataque estiver consistente.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Coluna Bando de Loucos | Danilo quer seguir jogando em 2017 | Cristóvão confirma interesse em lateral



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook