Últimas

Diretoria do Flamengo e árbitro têm atrito em Itaquera no intervalo do jogo

O diretor executivo do Flamengo, Rodrigo Caetano, e o árbitro Heber Roberto Lopes tiveram um atrito no intervalo do jogo na Arena Corinthians.

De acordo com o rubro-negro, o juiz “prima pela falta de educação” e “falou o que não deveria” quando descia para o vestiário.

O Flamengo reclamou de um lance ainda no primeiro tempo, quando Fagner entrou de forma dura em Ederson – o corintiano não tomou cartão.

“É um arbitro que prima pela falta de educação. E falou algo quentão deveria. Não passou disso, ao menos por enquanto. Foi ele que começou”, afirmou Caetano, após o jogo.

“Se a gente pegasse o que já gastamos reclamando com a CBF, mandando vídeo, mandando DVD, a ente poderia ter economizado esse dinheiro. De prático, nunca fizeram nada”, completou.

Segunda a direção flamenguista, Ederson está com dores no joelho por causa da entrada que recebeu de Fagner.

De acordo com informações obtidas pela reportagem, a PM chegou a intervir para separar a confusão que se criou.

Heber Roberto Lopes não atendeu às ligações da reportagem.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook