Dirigente do Sevilla se diz otimista em relação à contratação de Ganso

O diretor esportivo do Sevilla (ESP), Ramón Rodríguez ‘Monchi’, afirmou nesta terça-feira (12) estar otimista em relação à contratação do meia Paulo Henrique Ganso, do São Paulo.

“A negociação vai avançando. Não há nada definitivo. Negociamos com o São Paulo, mas ainda não há nada assinado. Somos relativamente otimistas, mas ainda falta muito caminho para andar, porque essas situações são complexas, não em relação a questões econômicas, que já temos clara, mas em questões alheias ao Sevilla”, afirmou o dirigente do clube espanhol.

O Sevilla já apresentou duas propostas ao São Paulo, uma de 7 milhões de euros (R$ 25,5 mi), e outra de 8 milhões de euros (R$ 29,2 mi). Apesar do interesse do meia, o São Paulo não aceitou.

“Não achamos que seja o valor dele”, afirmou o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, à Folha, na última quinta (5).

Ganso tem contrato até setembro de 2017, e o São Paulo ainda tenta a renovação. Apenas 32% de seus direitos econômicos pertencem ao São Paulo. O restante é da DIS, braço esportivo do Sonda.

A contratação do meia foi um pedido do novo técnico do Sevilla, o argentino Jorge Sampaoli. Segundo ‘Monchi’, as contratações são para adaptar a equipe, campeã da última Liga Europa, ao estilo do treinador.

“Se já viram as equipes de Sampaoli jogar, a posse de bola é fundamental. Não há um esquema básico. O treinador tem várias ideias quanto à distribuição tática, mas sempre mantendo a bola. Eu tenho que me adaptar aos jogadores que ele exige”.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook