Empresa ligada à Odebrecht comprou sede para Instituto Lula

De acordo com a força-tarefa da Operação Lava Jato, a construtora Odebrecht adquiriu, em junho de 2010, um prédio de três andares na zona sul paulistana onde deveria se instalar a sede do futuro instituto Lula. O prédio, localizado na Vila Clementino, foi comprado em nome da DAG Construtura, de Salvador, cujo proprietário Demerval Gusmão é parceiro de negócios e amigo pessoal de Marcelo Odebrecht.

A DAG Construtora é a mesma que, em 2013, pagou o jatinho que levou o ex-presidente Lula aos Estados Unidos, República Dominicana e Cuba. A compra foi feita a pedido da Odebrecht.

As investigações afirmam que a família Lula conhecia os planos de usar o prédio para o instituto. O projeto, encontrado numa pasta endereçada a ex-primeira-dama Marisa Letícia e apreendido pela polícia, incluía um auditória, sala para exposição e até um apartamento com cinco suítes na cobertura.

O Instituto Lula, porém, não ganhou a sede e acabou sendo instalado no prédio do antigo Instituto Cidadania, no Ipiranga, onde permanece até hoje. Segundo o jornal O Globo, os responsáveis pela compra teriam desistido do projeto original de uso depois de descobrir que o imóvel estava envolvido em pendências judiciais dos antigos proprietários.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook