Últimas

Florada de ipês-amarelos começa a colorir o Distrito Federal

Flora
Florao de ips-amarelos deixa ruas de Braslia mais coloridas nesta poca do ano. Foto: Marcello Casal Jr/Agncia Brasil.

Após o ipês-roxos colorirem o Distrito Federal (DF), começa na cidade a florada dos primeiros ipês-amarelos. Na época da seca, a árvore perde as folhas, que dão lugar às flores e transformam a paisagem. A floração do ipê-amarelo ocorre entre os meses de julho e setembro e chama a atenção de moradores da cidade e visitantes.

A floração dos ipês-amarelos dura, em média, 15 dias. A espécie floresce no inverno e é influenciada pela intensidade da estação. Quanto mais frio e seco for o inverno, maior será a intensidade da florada do ipê-amarelo.

O Distrito Federal tem aproximadamente 600 mil ipês e, desse total, 200 mil estão no Plano Piloto, de acordo com a Novacap. Há décadas, a companhia cultiva mudas e faz o plantio da árvore. Este ano, já foram plantadas entre 40 mil e 50 mil mudas de ipê-roxo, amarelo, rosa e branco no DF.

De acordo com o chefe do Departamento de Parques e Jardins da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), Rômulo Ervilha, a exuberância da espécie no Distrito Federal se explica pela facilidade de adaptação ao clima seco do Cerrado, segundo Rômulo Ervilha. “Plantamos várias espécies de árvores a cada período chuvoso, e muitas plantas acabam morrendo no período da seca por não serem tão adaptadas. O ipê é uma planta muito resistente, às vezes fica só com o tronco da muda e logo que chove ela brota. Os plantios vingaram bastante e por isso temos muitas plantas de ipê hoje florindo”, destacou.

Na sequência do ipê-roxo e amarelo, está prevista a floração do rosa e, por último do branco, provavelmente em setembro. Esse calendário, no entanto não é rígido, de acordo com Rômulo Ervilha.

Ipê é uma palavra de origem tupi, que significa árvore cascuda, e é o nome popular usado para designar um grupo de nove ou dez espécies de árvores com características semelhantes de flores brancas, amarelas, rosas, roxas ou lilás.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook