Últimas

Gabriel Jesus revela sonhos de medalha de ouro e artilharia com a Seleção Olímpica

Aos 19 anos, o palmeirense se lembra apenas da derrota na final de Londres, em 2012, e está confiante no ouro

Na Seleção Olímpica, Gabriel Jesus é mais velho apenas do que Thiago Maia. Mas apesar dos 19 anos, o atacante do Palmeiras vem mostrando um futebol de gente grande. No Campeonato Brasileiro, foram 10 gols marcados em 14 jogos disputados. A missão, agora, é ajudar o Brasil em busca da inédita medalha de ouro.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Parabéns, Micale! | A numeração do Brasil | Como escalar a Seleção Olímpica?


“Eu fico me perguntando isso desde o momento que fui convocado (como a Seleção até hoje não conquistou o ouro). É complicado, uma responsabilidade a mais, pela questão de nem o Pelé ter conseguido, grandes atletas não conseguiram, e fica uma pressão a mais. Mas ao mesmo tempo, também é uma oportunidade de entrar na história do futebol e da Seleção”, afirmou para o site da CBF.

E qual é a melhor forma para ajudar a Seleção do que marcando gols? Pois Gabriel Jesus, que desperta curiosidade dos jornalistas espanhóis presentes à Granja Comary, não escondeu a vontade de ser artilheiro do certame olímpico e já se imagina balançando as redes do Maracanã.

“Como eu disse, agora é uma nova posição, me sinto mais na obrigação de fazer gols e ajudar a minha equipe. É uma coisa que eu vou buscar, pode ter certeza. Em questão de título, é lógico que é mais importante e eu trocaria, mas depois do ouro, vou tentar conquistar a artilharia”, disse.

“Vou ficar bastante feliz se fizer mais um gol no Maracanã. Acho normal, para mim atacante vive de gol e marcando gol em qualquer estádio vou ficar bastante contente. O importante é manter o bom retrospecto lá. Ainda se tratando de semifinal e final… Quem sabe eu não faço nos dois?”, afirmou o atacante, que já balançou as redes do Maraca com a camisa do Palmeiras, em jogo contra o Fluminense em 2015.

Gabriel Jesus, em treino com bola na Granja Comary (Foto: Lucas Figueiredo/MoWa Press)

Bastante elogiado na entrevista coletiva de Rogério Micale, Gabriel Jesus chegou a ser escalado na mesma equipe de Gabigol e Neymar. E, seguindo a linha de pensamento do treinador da Seleção, o palmeirense se coloca à disposição para participar em qualquer setor do ataque. Na realidade, em qualquer setor do campo, desde que consiga ajudar a equipe.

“Quero estar dentro, com certeza! É uma coisa que o futebol pede, para jogar em mais de uma posição. E eu ali na frente jogo em qualquer posição que me colocar. Quero jogar e se precisar, até no gol eu vou também! (Risos)”. 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook