Gareth Bale, rei sem coroa

Galês se despediu da Euro 2016 após perder para Portugal na semifinal, deixando a sensação de ser um dos melhores do torneio, se não o melhor

Quinta-feira deveria ser um dia triste no País de Gales. Deveria. Porque não é. Os Dragões foram eliminados da Eurocopa por Portugal nas semifinais, no entanto, deixaram o torneio com todas as honras. Cabeça erguida, sem lágrimas. 

Em primeiro lugar, por chegar na semifinal da Euro, mesmo se tratando de um estreante. O sonho de Cinderela se tornou realidade, com a permissão da surpreendente Islândia. E em segundo lugar, pela atitude campeã que mostrou desde o primeiro até o último minuto. Correndo contra Portugal, apesar de estar perdendo por dois gols.

 Getty Images

E essa alma heroica do País de Gales foi Gareth Bale. Eles perderam Aaron Ramsey contra Portugal, obviamente. O tenente. Mas, um dos dragões que mais se destacou nesta EURO, foi o ’11’ do Real Madrid. Nas semifinais, ele tentou de tudo, se moveu por todos os lados do campo, puxando a carruagem galesa onde quer que ele trilhasse: chutes, passes, cruzamentos, roubadas de bola. Bale sabia que deveria conduzir sua seleção em Lyon. E assim ele fez, especialmente no futebol e no coração, apresentando uma exibição verdadeiramente memorável.

Na verdade, mesmo esperando para conhecer a equipe campeã da EURO, que inevitavelmente ira atrair todos os holofotes para os seus campeões e protagonistas, é justo reconhecer Gareth Bale como um dos melhores jogadores desta edição da competição, se não o melhor. Um verdadeiro rei sem uma coroa. 

Cristiano Ronaldo dividiu a atenção da mídia com Gareth Bale na semifinal da Euro, e o galês deixou claro que estava lá, se fez ser ainda mais notado do que nunca, soprando na nuca do Luso e do resto dos candidatos à Bola de Ouro. Suas atuações com o Real Madrid e com o País de Gales na EURO, mostram a realidade. O príncipe de Gales está aqui para ficar.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Crônica: Portugal 2×0 País de Gales | A defesa de Messi | Todos querem Griezmann



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook