Últimas

#GoaldeCanela: Cristiano Ronaldo não foi o melhor jogador, mas foi o melhor líder

O português mostrou como um capitão deve trabalhar para levar um grupo ao topo, dando aula a muito craque por aí



GOAL Por Livia Muniz 


Mais que um craque – Vamos combinar que Cristiano Ronaldo é capaz de muito mais do que fez Na Eurocopa. Mas ainda assim, o torneio é um divisor de águas na carreira do jogador, e não só por causa do título inédito com Portugal. Mesmo sem jogar tão bem, CR7 mostrou que é sim o líder e capitão que os lusitanos precisam. Seja para bater um penal decisivo, na hora de motivar um companheiro, no auxílio do banco de reservas, mesmo machucado. Não desistiu nem quando tudo parecia desmoronar na primeira fase. O que vimos na Euro foi uma das melhores versões de Cristiano Ronaldo. 

Ele só pensa naquilo – Neymar esteve blindado dos fracassos recentes da Seleção Brasileira. Mesmo sem querer-querendo, escapou do 7 a 1, da derrota para o Paraguai na Copa América e da eliminação na primeira fase da Centenário. Mas agora ele será o centro das atenções nas Olimpíadas, não vai ter jeito. O ainda capitão da Seleção sonha dia e noite com o ouro, buscando relembrar o gosto saboroso da vitória que teve nas Confederações de 2013. Só que o desafio dessa vez é perigoso: se falhar em casa, não vai ter lesão, cartão vermelho ou qualquer outra desculpa para continuar blindado. 

Sargento Manfrim/Agência Força Aérea

Parceria afiada – Assim que Ibrahimovic chegou ao Manchester United, a primeira coisa que pensei foi: como será a relação com José Mourinho? Ambos tem duas personalidades fortes, o que significa que a coisa pode dar muito certo ou muito errado. Mas parece que já tá dando certo. “Vencedor, goleador e engraçado” foi como o português definiu Zlatan. Aposto que os dois já riram bastante juntos falando mal de Pep Guardiola.  

Libertados – A final da Copa Libertadores da América será histórica em 2016. Pela primeira vez em 25 anos, não teremos um time brasileiro ou argentino na decisão, resultado do caos que reina no futebol gerido por CBF e AFA, respectivamente. Se o Chile já estava dominando tudo entre as seleções, agora Colômbia (Atlético Nacional) e Equador (Independiente del Valle) libertam a América do Sul dos seus dominantes. Uma renovação que também faz bem ao esporte.  

Getty Images


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook